Artista brasileira expõe em Nova York

Nos dois últimos anos trabalhando no conceito para um playground, criando duas esculturas surrealistas e interativas em larga escala, Marguerita Fahrer, artista plástica, escultora e cartunista expõe agora na 18ª Arsenal Wreath Interpretations Exhibition TO LIFE!, em Nova York.O tema das obras é a alpha-numerologia em hebraico, em que as letras representam números baseados em sua ordem no alfabeto, e palavras significam figuras numéricas. As letras que formam a palavra vida, somam o número 18, mesmo da edição da exposição. Marguerita, que busca sua arte em mensagens espirituais, encontrou uma chance em se inspirar no judaísmo, a sua origem, já que é descendente da dinastia rabinica Eger. O judaísmo sempre fascinou Marguerita, pelo misticismo, a procura do infinito, os mistérios e as raízes da vida.Daí o início de uma série de desenhos e esculturas tomando forma em símbolos intensos para desafiar a mente humana. A essência da verdade, contemplando a passagem do tempo, voltando ao passado e perguntando, do presente, qual será o futuro. Parar para pensar, aliando talvez senso de humor para aliviar a realidade.TO LIFE! - no Arsenal Gallery, Central Park, Quinta Avenida com Rua 64 das 17h as 20h, Nova York. Fica aberta ao publico até 6 de janeiro de 2001.

Agencia Estado,

14 de dezembro de 2000 | 18h46

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.