Arte latina encerra temporada de grandes leilões em NY

A temporada de grandes leilões internacionais de arte do primeiro semestre termina esta semana, em Nova York, com a oferta de mais de 500 lotes de obras latino-americanas. Entre eles estão trabalhos de brasileiros como Sérgio Camargo, Portinari, Di Cavalcanti, Adriana Varejão e Rosângela Rennó. Na Sotheby''s, que realiza seu leilão na noite de quinta-feira e na manhã de sexta-feira, o lote principal é o óleo sobre tela ''Composição'', do uruguaio Joaquín Torres-Garcia (1874-1949). A estimativa é que ''Composição'' alcance entre US$ 1 milhão e US$ 1,5 milhão.Outros destaques na Sotheby''s são ''Nu Reclinado com Livro'', óleo sobre tela de 1998 do colombiano Fernando Botero (US$ 700 mil a US$ 900 mil), e ''Dança Afro-Cubana'' (US$ 600 mil a US$ 800 mil), colagem sobre madeira criada em 1943 pelo cubano Mario Carreño (1913-1999). A obra de artista brasileiro com maior estimativa na Sotheby''s é uma escultura com relevos sobre bloco de madeira que Sérgio Camargo (1930-1990) apresentou na Bienal de Veneza de 1966. O preço previsto para ela está entre US$ 150 mil e US$ 200 mil.No leilão da Christie''s, as vendas são divididas entre a noite de quinta e a manhã de sexta-feira. Ali, a obra com preço mais alto é Tige Verte (Les Possessions), uma pintura de 1943 do chileno Matta (1911-2002) que sugere o espaço sideral. O quadro está estreando no mercado de leilões com estimativa entre US$ 1,5 milhão e US$ 2 milhões.Em seguida vem ''Flores do México'' (US$ 600 mil a US$ 800 mil), uma composição pastoral criada em 1938 por Alfredo Ramos Martinez (1872-1946), considerado o pai da arte moderna mexicana. Na mesma faixa de preço está a escultura de Botero ''Mulher a Cavalo'', de 2002, e o óleo sobre tela de 1948 ''Femme-Cheval'', do cubano Wifredo Lam (1902-1982). A pintura ''Enterro'', datada de 1942 em que Portinari (1903-1962) usou pela primeira vez a figura do homem de perna de pau que apareceria outras vezes em suas telas sobre os retirantes brasileiros, está de volta à Christie''s. A estimativa para ela está entre US$ 250 mil e US$ 300 mil. ''Enterro'' é a obra de artista brasileiro para a qual se espera o preço mais alto nos leilões. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.