Arte com lâmpadas ilumina o ambiente

A crise energética está funcionando como fator de marketing para a artista plástica Rita França, 40 anos, cujos quadros luminosos vêm despertando um interesse crescente dos apreciadores de arte não apenas pela técnica utilizada, mas também porque as peças podem substituir as lâmpadas comuns, sem grandes perdas de luminosidade. Com base no Batik (arte milenar javanesa que utiliza cera quente de abelhas para desenhar os tecidos), Rita criou uma forma de arte singular. Desde 1994, quando patenteou a idéia, a artista plástica da capital paulista vem montando seus quadros com pequenas lâmpadas de 7 Watts.Colocadas ao fundo e protegidas por uma moldura especial, as lâmpadas, entre três a dez unidades, são colocadas no quadro interligadas - e iluminam o ambiente com um toque diferenciado. "Você tem dois quadros em um. De dia, quando não estão acesas, você tem uma obra. À noite, se você acender as lâmpadas, o efeito da luz na pintura transforma o quadro. É praticamente uma nova peça", observa a artista. "Quando comecei a utilizar esta técnica nunca imaginei que ela pudesse ser útil em época de racionamento", afirma. As lâmpadas mais utilizadas pela artista - nas cores azul, verde e branca -, podem ser substituídas. "Se a pessoa quiser um ambiente mais claro, pode trocar as lâmpadas coloridas do quadro por brancas. O interessante é que há interação com a obra", comenta, acrescentando que o custo das lâmpadas utilizadas em suas criações fica entre R$ 1 e R$ 1,20. Os quadros luminosos de Rita França, que têm preços entre R$ 800 a R$ 1.500, estiveram expostos em São Paulo, em abril. Eles compõem a mostra "No jardim do coração, da terra ao céu", que deverá retornar à capital paulista ainda este ano. A exposição já esteve em Florianópolis, e deverá chegar em Cuiabá, no Mato Grosso, em julho. No mesmo mês, a mostra poderá ser conferida durante festival de inverno na Chapada dos Guimarães. Entre setembro e outro, será a vez de São Luís, no Maranhão, receber os trabalhos da artista. Informações sobre as obras de Rita França podem ser obtidas pelo telefone (0xx11) 3499-8959.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.