Arte, cinema e música dominam o Alma Surf Festival

O surfe vai muito além da prancha, como pretende mostrar o Alma Surf Festival que começa nesta quinta-feira em São Paulo, com eventos que envolvem três áreas culturais: arte, cinema e música. A idéia é mostrar que o esporte traduz um estilo de vida, ao mesmo tempo em que representa um mercado que movimenta milhões de dólares em todo o mundo. Durante dez dias o ponto de encontro será no Museu da Imagem e do Som (MIS), com a realização da 3.ª Mostra Internacional Lui Lui da Arte e Cultura Surf, do 2.º Festival Internacional Osklen de Cinema Surf e do 1.º Festival Billabong de Música.Na mostra de arte um dos destaques é uma instalação com 11 pranchas, mostrando a evolução do esporte no Brasil, e que inclui a prancha MR (Mark Richards) Twin Fin, criada pelo tetracampeão mundial Mark Richards nos anos 70, que mudou a história do surfe. Ou, a moderna prancha Pat Rawson / Tom Carrol, do colecionador Eraldo Gueros, que está autografada pelo tricampeão mundial Tom Carrol, surf power dos anos 80.Mas além da coleção rara de pranchas, a 3.ª Mostra Internacional da Arte e Cultura Surf traz ainda pinturas, esculturas, fotografias e uma biblioteca com 300 títulos pertencentes à revista Alma Surf.Na programação do 2.º Festival Internacional Osklen de Cinema Surf serão exibidos 60 filmes, dos quais sete participam da mostra competitiva, como Chasing Dora, de T.J. Barrack e Wes Brown. Traz a história de três surfistas californianos que vão parar em Jeffreys Bay, na África do Sul, reproduzindo o desafio do californiano Mickey Dora (1934-2002), ícone do surfe dos anos 50 e 60. Os três aparecem surfando com pranchas artesanais de madeira ao lado do maior campeão de todos os tempos, oito vezes campeão do mundo, Kelly Slater. Também serão exibidos clássicos do gênero como o documentário Surfer´s The Movie (1990), de Bill Delaney. Para abrir o 1.º Festival Billabong de Música, os organizadores do evento escolheram ninguém menos do que JEZ, cantor, guitarrista e compositor australiano que divide seu tempo entre a música e o surfe é apontado pela critica como a nova geração da roots music. Ele cria um som único, acompanhado de gaita, trompete, entre outros instrumentos. Os californianos Matt Costa e The White Buffalo encerram o evento, com show no dia 19.Alma Surf Festival - 3.º Mostra Internacional Lui Lui da Arte e Cultura Surf - 2.º Festival Internacional Osklen de Cinema Surf - 1.º Festival Billabong de Música - De 9 a 19 de novembro. Museu da Imagem e do Som (MIS). Avenida Europa, 158. Horário: 14:00 às 22:00. Entrada: R$ 15,00

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.