"Arquivo X" chega ao fim na TV, mas resiste no cinema

Depois de nove temporadas e 201 episódios, chegou ao fim um dos seriados de maior sucesso na TV americana nos últimos tempos. A emissora de TV Fox resolveucancelar Arquivo X. Seu último episódio será exibidoem maio. Por causa de índices de audiência baixos e custos deprodução altos (US$ 4 milhões por episódio), o criador da série,Chris Carter, decidiu dar um fim ao programa, mas garantiu queseus fãs não vão ficar na mão. Ele promete esclarecer váriospontos da trama que ficaram sem explicações ao longo datrajetória do show, e um nova versão para o cinema já está nos planos.A nona temporada de Arquivo X começou mal em novembro doano passado. A competição ficou mais difícil no horário deexibição do programa, domingo, às 21 horas, e a saída definitivado ator David Duchovny do elenco afastou muitos fãs. GillianAnderson também teve uma participação menor nos programasiniciais desta temporada e os novatos no elenco, Robert Patricke Annabeth Gish (como os agentes John Doggett e Monica Reyes),não conseguiram manter o pique do show.Da telinha à telona - Arquivo X foi um dos produtos de cultura pop maisimportantes dos anos 90, com suas histórias de paranormalidade,extraterrestres e teorias da conspiração governamentais. De hitcult no início, a série virou um produto bilionário para o grupoNews Corp., dono da Fox e outras subsidiárias. A franquia rendeudinheiro no mundo inteiro, tanto com o programa quanto comlivros, todo tipo de merchandising e até no cinema,Arquivo X - O Filme (1998).Carter quer Duchovny de volta para os últimos episódios doshow, mas ainda não teria feito oficialmente o convite ao ator,de acordo com o Hollywood Reporter. Duchovny participou deapenas 11 dos 22 episódios do programa na temporada passada eesteve recentemente em uma disputa judicial com o estúdio sobresua parte nos lucros da franquia.O agente Fox Mulder deve, noentanto, fazer parte da trama do segundo filme da série, quejá começou a ser planejado pelo produtor. Segundo Carter, éprovável que Arquivo X se torne uma franquiano cinema. O novo filme já teria até data marcada para começar a serrodado: o final deste ano, com estréia em dezembro de 2003. A produção deve ter Duchovny eAnderson em seu elenco, de acordo com Carter, que já convidou pessoalmente os dois. Também estão nos planos dele asparticipações de Patrick e Gish.A história do novo filme deve ser completamente independenteda trama da série, ao contrário do filme original de 1998, cujoroteiro complicado (com "respostas" às questões misteriosas doprograma) afugentou o público que não acompanha o seriado de TV. Ainda assim, Arquivo X - O Filme faturou US$ 84 milhõesapenas nos cinemas dos Estados Unidos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.