Arquivo Nacional recebe parte do acervo de Mário Lago

As primeiras oito caixas do acervo doescritor, ator e compositor Mário Lago, que morreu em maio,chegam esta sexta-feira ao Arquivo Nacional, doadas pela família dele.Segundo sua filha, Graça, são textos, alguns inéditos, escritosao longo dos últimos 40 anos e que estavam guardados noapartamento em que ele morou, em Copacabana, na zona sul do Rio. É a primeira vez que o Arquivo Nacional recebe o acervode um artista. O diretor da instituição, Jaime Antunes, explicouque o "engajamento na vida cultural e política de Lago o faztranscender a sua arte". As oito caixas guardam apenas parte doacervo. O restante seguirá em remessas futuras. O material serácatalogado para entrar na base de dados do Arquivo e ficardisponível na internet.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.