Arquivo Histórico celebra centenário com selo de Maria Bonomi

Acervo da instituição mantém um vasto e importante volume documental da vida pública da cidade de São Paulo

Regina Teles, de O Estado de S. Paulo,

07 de maio de 2008 | 15h44

Por ocasião do seu centenário, o Arquivo Histórico Municipal Washington Luís (AHMWL), lançou nesta terça-feira, 6, o seu Guia do Arquivo e Selo Comemorativo, criado pela artista plástica Maria Bonomi. O evento foi realizado na Galeria Olido e estavam presentes funcionários de vários órgãos públicos, como Centro Cultural Vergueiro, Museu Paulista/USP e Cedem da Unesp, entre outros. O acervo da instituição mantém um vasto e importante volume documental da vida pública paulistana, que abrange o período de 1555 a 1921 de textos, fotos, plantas, projetos arquitetônicos e mapas da cidade de São Paulo.  Entre os mais antigos documentos estão os da Câmara Municipal de Santo André da Borda do Campo (1555-1558). Além dos documentos do município, dispõe de fundos particulares, como o de Severo e Villares S/A, Armando Prado, Siqueira Franco, Escritório Caio da Silva Prado. Criado pela Lei n. 1.051 de 17/10/1907, o AHMWL atualmente faz parte da Divisão Técnica do Departamento do Patrimônio Histórico da Secretaria Municipal de Cultura de São Paulo. Além de recolher, preservar e tratar da documentação, o arquivo municipal desenvolve pesquisas a partir do acervo para sua difusão por meio de publicações, que edita desde 1934 e faz o atendimento na Praça Coronel Fernando Prestes, 152, no bairro do Bom Retiro, no edifício projetado pelo arquiteto Ramos de Azevedo, de segunda a sábado das 9 às 17 horas.

Tudo o que sabemos sobre:
Arquivo HistóricoSão Paulo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.