Arquitetura é tema de novo seminário da Bienal de Artes

A 27.ª Bienal de São Paulo continua com a programação de seminários internacionais neste mês de março. Depois do bem sucedido Marcel, 30, é a vez do tema Arquitetura, coordenado pelo curador, escritor e editor Adriano Pedrosa, que pretende discutir a tênue relação entre arte e arquitetura. Para Pedrosa, a arquitetura e o tema desta edição da Bienal, Como Viver Junto, têm muito em comum. "A arquitetura trata justamente de oferecer meios e equipamentos físicos para a convivência entre a família, os diferentes grupos e a comunidade", disse. Na programação estão incluídos temas como a relação entre o conflito de palestinos e israelenses com o meio urbano em que vivem e o entrelaçamento entre arquitetura e arte e natureza morta. As conferências contarão com nomes como Beatriz Colomina (Espanha), Jéssica Morgan (Inglaterra), Ana Maria Tavares (Brasil), Eyal Weizman (Israel), Marjetica Potrc (Eslovênia) e Guilherme Wisnik (Brasil).O ciclo acontece nos dias 31 de março e 1º. de abril. As inscrições já estão abertas e podem ser feitas por telefone ou por e-mail.Além de Arquitetura, já estão confirmadas as datas de outros quatro seminários internacionais. Nos dias 9 e 10 de junho, será realizado Reconstrução, coordenado por Cristina Freire. Em agosto, nos dias 4 e 5, a curadora da 27.ª Bienal, Lisette Lagnado, traz o tema Vida Coletiva para discussão. Serão realizadas ainda duas outras conferências. Trocas, em outubro, com coordenação de Rosa Martinez, e Acre, em novembro, coordenado por José Roca. Confira abaixo a programação do segundo seminário internacional da Bienal de São Paulo: 31 de março18 horas - credenciamento 19 horas - Palestra: Architecture as art and art as architecture - Jessica Morgan 20h45 - Palestra: Walking through Walls: Soldiers as Architects in the Israeli/Palestinian Conflict - Eyal Weizman 1º. de abril 10 horas - Palestra: Double Exposure: Architecture Through Art - Beatriz Colomina 10h45 - coffee break 11 horas - Palestra: Suspensão, mobilidade, deslocamentos, rotações: arte e arquitetura feitas natureza morta - Ana Maria Tavares 11h45 - debate 15 horas - Palestra: Do informe à negação da forma: desencontros produtivos - Guilherme Wisnik 15h45 - coffee break 16 horas - Palestra: Strategies of Transition - Marjetica Potrc 16h45 - debate 18 horas - encerramento do seminário

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.