NILTON FUKUDA/ESTADÃO
NILTON FUKUDA/ESTADÃO

Arquiteto Paulo Mendes da Rocha está entre os 'Nobel das artes'

Brasileiro venceu a categoria arquitetura do Prêmio Imperial do Japão

AFP

13 de setembro de 2016 | 10h40

O arquiteto brasileiro Paulo Mendes da Rocha, 87, venceu o Prêmio Imperial do Japão na categoria arquitetura, de acordo com o anúncio da organização, nesta terça-feira, 13. Entregue pela Associação de Arte do Japão, o prêmio criado em 1989 é considerado o "Nobel das artes".

Outros ganhadores desta edição são Martin Scorsese (teatro e cinema), Cindy Sherman (pintura) e Gidon Kremer (música).

A Família Imperial japonesa entrega o prêmio nas áreas não cobertas pelo Prêmio Nobel da Academia Sueca. Cada artista recebe 15 milhões de ienes (US$146 mil) com o galardão, que será entregue no dia 18 de outubro, em Tóquio. 

Paulo Mendes da Rocha é um dos arquitetos brasileiros mais reconhecidos: em 2006, recebeu o Prêmio Pritzker, o reconhecimento máximo da profissão. Utilizando materiais simples, como aço e cimento, ele realizou numerosos projetos que "contribuíram para definir a personalidade urbana de São Paulo, em particular a renovação da Pinacoteca, o Museu Brasileiro de Escultura e a nova Praça do Patriarca", de acordo o comunicado.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.