Arósio de volta ao pecado do riso

Ana Paula Arósio, 25, vai voltar a rir em cena. Depois de passar oito meses se debulhando em lágrimas na novela Terra Nostra, de Benedito Ruy Barbosa, a atriz interpreta Eva na comédia romântica Diário Secreto de Adão e Eva, adaptação do diretor Antônio Abujamra para um conto do americano Mark Twain (1835-1910), que estréia nesta quinta-feira, dia 24, no Rio. Na nova produção, que chega a São Paulo em março do ano que vem, ela faz par romântico com o namorado, Marcos Palmeira, 37. "Quem vier ao teatro pensando em ver a Juliana vai se decepcionar", avisa a atriz, que já foi dirigida por Abujamra em Phedra, de Racine. A estréia do espetáculo nos palcos paulistanos vai coincidir com a presença de Marcos também na telinha. O ator será Guma, um dos protagonistas de Segredos do Mar, novela de Aguinaldo Silva e Ricardo Linhares que em janeiro vai substituir Laços de Família. "Ainda preciso acertar alguns detalhes com o diretor Marcos Paulo, mas vou fazer a novela", confirma Palmeira. A intenção inicial era ter o casal encabeçando a trama, mas Ana Paula, convidada para interpretar a personagem Lísia, preferiu declinar. "Enquanto a peça não estréia não penso em mais nada", despista ela. O certo, porém, é que Ana não fará a novela e deve protagonizar a minissérie Terra do Sol, também na Globo. Em busca de Eva - Diário de Adão e Eva é um sonho antigo de Antônio Abujamra e Marcos Palmeira. "O Abu traduziu o conto em 86 e eu, que desde 94 não fazia teatro, ficava procurando um texto, mas nada me batia a ponto de eu abrir mão de outros trabalhos no cinema e na televisão. Até que, há oito meses, decidimos montá-lo", lembra Marcos. Mas faltava encontrar uma Eva. Marcos, que estava começando a namorar Ana Paula, conta que tanto ele quanto o diretor pensaram nela, mas não tiveram coragem de convidá- la. "Eles ficaram tímidos, até porque eu tinha outros planos. Mas, quando percebi que meu projeto ia demorar, dei uma de Eva e tomei a iniciativa. Falei: `Se vocês estiverem precisando, de repente eu posso fazer´", conta Ana. "E então o paraíso foi encontrado", brinca Marcos. Descrito por Ana Paula como "um espetáculo de palavras", Diário conta a história tradicional do mito da criação. Parte do texto de Twain, que inclusive já foi encenado na Argentina como novela de rádio, com Adão e Eva declarando as próprias impressões, um sobre o outro. Mas intercala histórias de autores como Shakespeare (Romeu e Julieta), Tchecov (Tio Vânia) e Strindberg (Senhorita Julia). Durante os ensaios, que duraram dois meses, também foram sendo criadas cenas cotidianas mais atuais. "Chegamos até o casamento em nossos dias, por meio de cenas bastante elegantes, outras cômicas, outras mais comedidas", descreve Antônio Abujamra. Nada de nu - O diretor, que está completando 50 anos de carreira, tem brincado com os atores dizendo: "Se vocês ficassem pelados nós íamos ganhar rios de dinheiro. Pensem em mim!". Entretanto, a montagem não prevê cenas de nus. "Há o encontro entre Adão e Eva, tanto que nascem Caim e Abel, mas não trabalhamos a libido", revela Marcos. O figurino de Kalma Murtinho, inspirado no livro Escritos de Urantia, consiste apenas em duas túnicas dilaceradas, em formato desigual, confeccionadas em tecidos transparentes em que foram aplicados fios de prata e de cipó. De acordo com o livro, Adão e Eva seriam criaturas estelares enviadas por Deus para melhorar a raça humana. Com base nessa teoria, Kalma definiu: "Os fios de prata indicam a vinda deles das estrelas, e os fios de cipó foram misturados às roupas no momento da chegada de ambos à Terra". O cenário de Gringo Cardia também é enxuto e preciso. De um lado, estará um pé gigante, com cerca de 3,5 metros, o pé de Adão. Do outro, a cabeça de Eva, também aumentada, mas nas mesmas proporções que a cabeça de Ana Paula. Moldes de gesso e fibra foram utilizados para reproduzir a medida e o formato exatos do corpo dos atores. "O conceito do cenário é que aquele espaço significa uma grande oficina de um artista e os pedaços de corpos são o seu material de trabalho, de criação. Trata-se da oficina de um escultor", explica Gringo. De um escultor ainda em atividade, que pode retocar sua obra a qualquer momento. "O Abu gosta de mudar tudo na hora do ensaio geral, então, até a estréia, tudo pode acontecer", afirma Ana Paula Arósio, agora longe do vale de lágrimas. Serviço - Diário Secreto de Adão e Eva - Estréia nesta quinta, às 21 h. Quinta à sábado, 21 h; domingo, 20 h. Ingressos: R$ 20 (qui), R$ 25 (sex e dom) e R$ 30 (sáb). Teatro do Leblon, Sala Marília Pêra (Rua Conde Bernadotte, 26, Leblon, Rio de Janeiro tel.: (21) 294-0347).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.