Arnaldo Antunes expõe caligrafias em SP

A partir de hoje, serão inauguradas no Centro Universitário Maria Antonia as exposições individuais de José Spaniol, Afonso Tostes, Renata Tassinari, do equatoriano Leopoldo Ponce e do músico, mas artista de vários meios, Arnaldo Antunes.O músico, que já participou de eventos de artes plásticas como a primeira edição do Arte/Cidade, em 1994, e da Bienal de Havana, em 1997, agora mostra a série de caligrafias Escrita à Mão, monotipias feitas com tinta de carimbo. "A palavra escorre plano abaixo, explode em diferentes direções, deixa escoar a matéria de que é constituída e assim tem seus significados de origem perturbados", descreve Fernando Oliva em texto da exposição. Arnaldo também realizou intervenção na Biblioteca Monteiro Lobato.Ao mesmo tempo, Spaniol construiu cerca de 20 colunas, réplicas das 6 já existentes na maior sala do edifício, numa maneira de questionar a configuração espacial do local. Já Renata Tassinari e Leopoldo Ponce apresentam pinturas e Afonso Tostes mostra instalação de esculturas feitas em madeira que remetem às formas de ossos humanos.Coletiva Maria Antonia. De segunda a sexta, das 12 às 21 horas; sábado; domingo e feriado, das 10 às 18 horas. Centro Universitário Maria Antonia. Rua Maria Antonia, 294, tel. 3237-1815. Até 27/7. Abertura hoje, às 20 horas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.