Argentina quer vetar episódio de 'Os Simpsons' sobre Péron

Ex-deputado Lorenzo Pepe quer proibição do capítulo em que ex-presidente é chamado de 'ditador'

AE-AP, Agencia Estado

14 de abril de 2008 | 11h04

O ex-deputado peronista Lorenzo Pepe pediu a proibição de um episódio da série Os Simpsons na Argentina. O motivo é que, no capítulo, o ex-presidente Juan Domingo Perón é chamado de ''ditador'' e responsabilizado pelo ''desaparecimento'' de pessoas, informou nesta segunda-feira a agência governamental Telám.  Veja também:TV venezuelana retira 'Simpsons' do ar após pressão do governo Pepe, ex-deputado e dirigente sindical, dirigiu-se ao Comitê Federal de Radiodifusão e Televisão (Comfer) para pedir a proibição. Segundo ele, os comentários feitos são lesivos à memória de Perón (1895-1974).No capítulo, há uma conversa entre Homer Simpson e seus amigos Carl e Lenny, em que o último comenta: "Realmente, gostaria de uma ditadura como a de Juan Perón. Quando ele desaparecia com você, você permanecia desaparecido!"Pepe argumentou que "foram muitos anos sofrendo no exílio". "Peço publicamente ao Comfer que arbitre as medidas para evitar que se siga envenenando essa sociedade."Perón foi eleito presidente da Argentina em três oportunidades - 1946, 1951 e 1973. Em 1955, foi derrubado por um golpe militar, ficando 17 anos no exílio. Apesar de seus dois primeiros governos terem sido considerados autoritários, por causa de restrições a liberdades públicas, em nenhum deles houve ''desaparecimentos''. A prática ocorreu no país durante a ditadura militar (1976-83), quando foram executados clandestinamente adversários políticos do regime.

Tudo o que sabemos sobre:
Os SimpsonsJuan Domingo Perón

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.