ArCênico: Seis na rede de Henry James

As últimas notícias do mundo do teatro

João Wady Cury, O Estado de S.Paulo

21 Dezembro 2017 | 02h00

O escritor Henry James e sua novela A Fera na Selva são o ponto de partida para a montagem de Aproximando-se de A Fera na Selva, da dramaturga Marina Corazza, que estreia dia 2 de fevereiro no Centro Cultural São Paulo. Gabriel Miziara e Helô Cintra vivem seis personagens, três cada um, no cruzamento de emoções que abalam o ser humano: os personagens da novela de James, John Marcher e May Bartran, o próprio Henry James e a escritora Constance Fenimore Woolson e dois personagens, ator e atriz. A direção é de Malú Bazán.

NUNCA VAI PARAR 

Sim, o tempo não para, mas o teatro segue a mesma toada. Várias peças estreiam já na primeira semana do ano. Outras, mais ousadinhas, vão fazer a passagem de bastão de 2017 para 2018. É o caso do Teatro Oficina, com quatro sessões de Bacantes com elenco turbinado: mais de 70 pessoas sob a batuta de José Celso Martinez Correa. Anote: sábado, dia 23, segunda de Natal, às 18h, dia 30, às 17h, e na virada do dia 31 a partir das 17h. Fôlego que não acaba.

RASKOLNIKOV EM CENA

O ator Marcio de Luca sobe ao palco do Teatro Comunne a partir de 8 de janeiro - e nas quatro segundas-feiras seguintes - para apresentar a adaptação de Luciano Martins para o palco do Crime e Castigo, de Dostoievski. A peça é livre adaptação de Luciano Martins Costa e foi batizada de Crime e Castigo - Uma Vida para Ródion Raskolnikov.

MINA MEDEIA

O Teatro Mínimo do Sesc Ipiranga recebe em 21 de janeiro a primeira estreia: o solo Medea Mina Jeje, com direção de Juliana Monteiro, dramaturgia de Rudinei Borges e o ator Kenan Bernandes no palco. É uma releitura do clássico inspirada nos trabalhadores em minas de ouro, negros escravizados nas Minas Gerais do século 18. É para se pensar. Se der um rebuliço na cachola, vá assistir.

CONFRONTO NA SERRA

Paisagem em Campos de Jordão estreia dia 31 de janeiro no Teatro Cemitério de Automóveis e conta a história de um acerto de contas de um casal com a presença da filha e de seu amigo. No elenco da peça escrita por Marcelo Mirisola e Nilo Oliveira estão Fábio Espósito, Henrique Stoeter e Patrícia Vilela. Direção de Mauro Baptista Vedia.

3 PERGUNTAS FERNANDO EIRAS

Ator, seria músico, mas o teatro o fisgou

1. Peça inesquecível?

Ensaio Selvagem, de José Vicente, em 1974.

2. Com qual personagem se parece?

Horácio, de Hamlet. É o que escuta o amigo e a plateia.

3. Frase arrebatadora

De Artaud para Anaïs Nin: “Você é a única pessoa diante de quem o meu próprio silêncio não me incomoda”.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.