Após quatro dias no Rio, Tom Cruise segue para México

Tom Cruise comprovou que é um astro de cinema de Hollywood à moda antiga. Nos quatro dias que passou no Rio de Janeiro, onde lançou anteontem o filme que estrela e produz, Operação Valquíria, o galã deixou que seus passos e os da família (a mulher Katie Holmes e a filha Suri) fossem registrados - da praia à churrascaria, do shopping ao passeio de helicóptero. Encerrada a programação, Cruise e família rumaram para o México, onde deve encerrar a turnê de lançamento do filme, que já incluiu Rússia, Inglaterra, Itália, Japão e Coreia.Na pré-estreia do filme, anteontem à noite, Cruise atendeu pacientemente os cerca de 300 fãs que se aglomeraram à porta do cine Odeon. Ele chegou ao tapete vermelho pouco depois das 20 horas, acompanhado da mulher. Posou para fotos, distribuiu autógrafos e entrou no cinema. Minutos depois, retornou sozinho e continuou a conversar com o público, distribuindo beijos e mais autógrafos.A simpatia é inerente ao ator, que agora parece orientar sua carreira pelo caminho que une a fórmula do blockbuster com ingredientes familiares. A primeira é coerente com sua vitoriosa trajetória, marcada por diversos arrasa-quarteirões. A segunda condiz com a imagem de pai de família, que ele tanto divulga por onde aparece.Como também é produtor, Cruise reforça em cada país que visita o sucesso crescente de Operação Valquíria. O filme, de fato, começa a reagir nas bilheterias americanas, mas é no exterior que a arrecadação vem mais substanciosa. ?Tenho recebido ótimas notícias?, disse o ator, em entrevista coletiva, evento que reuniu no Copacabana Palace mais de cem jornalistas.No longa, Cruise vive o coronel Claus von Stauffenberg, que liderou um plano para assassinar Adolf Hitler, em 1944, o que acabaria com a 2ª Guerra Mundial. Com o fracasso da conspiração, ele e outros revoltosos foram condenados à morte. ?Como todos, eu sempre odiei os nazistas; por isso, não posso esconder que foi uma satisfação pessoal tentar matar o Hitler, mesmo que não tenha dado certo?, comentou o ator. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.