Após discurso na ONU, Emma Watson sofre falsas ameaças

Site fez contagem regressiva para divulgar fotos de atriz nua

Reuters

24 Setembro 2014 | 16h20

NOVA YORK - Uma ameaça de divulgação de fotos da atriz britânica Emma Watson nua feita na Internet depois que ela lançou uma campanha pela igualdade de gêneros na Organização das Nações Unidas (ONU) se revelou uma fraude nesta quarta-feira, provavelmente cometida por um grupo.

Até o final da noite de terça-feira, o site EmmaYouAreNext.com, que apareceu anteriormente no fórum de troca de imagens 4chan, mostrava um relógio em contagem regressiva e uma ameaça de divulgação de fotos da atriz dos filmes da saga Harry Potter obtidas ilegalmente.

No começo deste mês, fotos pessoais da atriz Jennifer Lawrence e da modelo Kate Upton foram publicadas no 4Chan.

Mas a nova ameaça se mostrou uma farsa, já que o EmmaYouAreNext redirecionava o usuário ao site Rantic (www.rantic.com), um domínio que afirma ser uma empresa de marketing nas redes sociais e que exibia a mensagem #shutdown4chan (fechem o 4chan).

"Junte-se a nós para fechar o 4chan e evitar que mais fotos pessoais sejam vazadas", dizia um comunicado no site, acrescentando que a empresa foi contratada por agentes de celebridades para chamar atenção para o tema.

Mas o próprio Rantic pode ser uma armação, de acordo com várias reportagens da mídia. Nenhum veículo de imprensa conseguiu contactar a empresa e os e-mails enviados pela Fundação Thomson Reuters voltaram.

O incidente aconteceu depois que Watson, embaixadora da Boa Vontade da ONU, fez um discurso de grande repercussão em Nova York lançando a campanha "HeForShe" (ElePorEla) para unir homens e mulheres na busca de igualdade entre os gêneros e do fim da violência e da discriminação contra mulheres.

Mais conteúdo sobre:
Emma Watson

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.