Após briga, Kelly Clarkson elogia magnata do ramo musical

Após meses de discussão com o chefede sua gravadora, a cantora pop e vencedora do "American Idol"Kelly Clarkson chamou o magnata Clive Davis um dos "maioreshomens da indústria fonográfica de todos os tempos" e sedesculpou pela confusão. A disputa com Davis, chairman e presidente-executivo daBMG, o qual é creditado em cultivar estrelas como WhitneyHouston, tem ofuscado o lançamento do álbum mais recente deClarkson, "My December". "Ao contrário de recentes caracterizações na imprensa,estou ciente que Clive é um dos maiores homens da indústriafonográfica de todos os tempos. Ele tem sido um importanteconselheiro e uma força importante em meu sucesso até agora",disse a vencedora do Grammy em seu website. "Ele também me respeitou ao lançar meu álbum quando não eraobrigado a fazer isso." "My December" deveria originalmente ter saído em abril, masfoi atrasado até 26 de junho devido a diferenças criativasentre Clarkson e Davis. O tumulto continuou antes do lançamento após Clarkson terrepentinamente demitido seu antigo empresário em junho e tercancelado um show por causa da fraca venda de ingressos. "My December" vendeu até o momento 291 mil cópias e chegouao segundo lugar dos discos pop no começo de julho, atrás de"Hannah Montana 2/Meet Miley Cyrus", de Miley Cyrus. (Por Sue Zeidler)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.