Divulgação
Divulgação

Após 6 anos, Maria Paula volta ao teatro em 'Decameron'

Única integrante do 'Casseta & Planeta' protagoniza peça de Otávio Muller cujo tema principal é o sexo

Agência Estado,

29 de outubro de 2009 | 10h01

O estilo da personagem é conhecido há pelo menos 15 anos: a mulher 'fogosa', de gestos exagerados, que quer provocar riso a cada frase. O estilo que consagrou Maria Paula no programa "Casseta & Planeta", da Globo, agora pode ser visto no teatro. Depois de seis anos, a humorista volta aos palcos no espetáculo "Decameron", do diretor Otávio Muller, que estreia sexta-feira, 30, às 21h30, no Teatro Augusta, em São Paulo, tendo o sexo como principal tema.

 

O laboratório para o espetáculo começou cedo. Em meados de fevereiro, Maria Paula já dava início às aulas de canto e aos ensaios. "Só não assisti ao seriado Decamerão (da Globo) porque eu já imito muito a Deborah (Secco)." Na peça, Maria Paula encarna a provocante Sofronia, que Deborah interpretou na TV, ao lado de Lázaro Ramos.

Maria Paula, aliás, considera as imitações de Deborah alguns de seus melhores trabalhos. "Não tem paródia que fiz dela que não tenha sido sucesso. Ela me ajudou a conquistar espaço no programa." Logo que Maria Paula largou o posto de VJ da MTV, em meados de 1993, sua função no "Casseta & Planeta" era pequena. Começou com boletins de notícias e depois saltou para as imitações das mocinhas e vilãs do horário nobre. "Foi uma batalha, se criar no meio de sete machos não é fácil. Ganhei espaço a cada milímetro com suor, talento, dedicação e paciência."

Atualmente a rotina da humorista é apertada: grava o Casseta às segundas e terças-feiras, estuda as personagens às quartas, e, às sextas, dedica-se a "Decameron". O que tem rendido mais material a Maria Paula é a novela Viver a Vida, de Manoel Carlos. "Estou fazendo a Modeline Moraes. Ainda não pude encontrá-la (a Alinne Moraes, que interpreta Luciana), mas acho que está gostando. Dificilmente alguém não gosta. Já tivemos muitos processos, mas ganhamos todos. É humor." Agora, Maria Paula também está no quadro que os cassetas fazem no Fantástico, com paródia da própria atração dominical. "É bom arriscar." As informações são do Jornal da Tarde.

Tudo o que sabemos sobre:
teatroMaria PaulaDecameron

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.