André Penner/AP
André Penner/AP

Apesar da garoa, Shakira faz show animado no Morumbi

Cantora foi a principal atração do Pop Music Festival, neste sábado

Rafael Andrade e Bia Rodrigues - Estadão.com.br,

20 de março de 2011 | 02h06

SÃO PAULO - Sobraram performance e sensualidade e faltou voz a Shakira na apresentação que a cantora fez neste sábado, 19, no Pop Music Festival, em São Paulo. A colombiana mostrou-se uma exímia dançarina do ventre, mas recorreu ao playback durante boa parte da segunda metade do show no Estádio do Morumbi, para 53 mil pessoas.

 

Apesar de a organização do evento ter antecipado as outras atrações com medo da chuva - tocaram, antes de Shakira, Chimarruts, Train e Ziggy Marley -, a colombiana entrou no palco vinte minutos depois da previsão inicial (às 20h50) e começou o show com Pienso em Ti - do primeiro álbum, Pies Descalzos (1996).

 

"Olá, São Paulo. Como está minha gente do Brasil? Eu tenho muitas saudades de vocês. Meu único desejo hoje é que vocês se divirtam. Estou aqui para satisfazê-los", disse a cantora. "Hoje à noite, eu sou paulista". Shakira vestia uma capa rosa, logo abandonada para que pudesse mostrar, dentro de uma legging preta e miniblusa dourada e uma bota - depois trocada por pés descalços - que está em excelente forma.

 

A apresentação começou a esquentar na quinta música, Whenever, Wherever - de Laundry Service (2001) -, quando a colombiana convidou quatro meninas da plateia para ensinar a requebrar os quadris. São Pedro pareceu ter gostado do que viu e a garoinha foi embora enquanto Shakira cantava a faixa seguinte, Inevitable, segundo ela uma favoritas de seu repertório.

 

O setlist do show incluiu ainda um cover de Nothing Else Metters, do álbum preto lançado pelo Metallica em 1991. Para interpretar a música, Shakira voltou ao palco já vestindo uma saia cigana, pronta para cantar Gypsy, a próxima música. A cantora chegou a reclamar do microfone e do retorno de áudio, durante o show, mas as falhas técnicas não chegaram a comprometer a apresentação.

 

O público que acompanha a carreira da colombiana desde o primeiro disco chegou a ensaiar um pedido, em coro, de Estoy Aquí, que faltou no show desse sábado. Apesar da ausência da música, Shakira conseguiu montar um show bastante variado, com canções mais antigas e, também, as mais recentes. Não faltaram Ojos Así, Loca, She Wolf, Hips Don't Lie, nem o hino da Copa da África, Waka Waka - que encerrou o show, às 22h25, quando a garoa chata apertava novamente, antes da entrada de Fatboy Slim, responsável pelo encerramento da noite.

 

A turnê The Sun Comes Out acontece para divulgar os dois últimos álbuns de Shakira, She Wolf (2009) e Sale el Sol (2010). Na última quinta-feira, 17, a cantora cancelou a apresentação que faria em Brasília por causa da chuva. Antes, na terça, 15, ela cantou em Porto Alegre. A turnê começou em 15 de setembro de 2010, em Montreal (Canadá) e tem o último show previsto para 14 de junho, em Paris. Em 30 de setembro, Shakira volta ao Brasil para se apresentar no antepenúltimo dia do Rock in Rio.

Tudo o que sabemos sobre:
ShakiraThe Sun Comes Out

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.