Divulgação
Divulgação

Anunciada OS que vai administrar a Cinemateca

O MinC divulgou nesta quarta, 9, a escolha da Acerp como a Organização Social para gerir as atividades da instituição

O Estado de S.Paulo

09 de novembro de 2016 | 21h58


O Ministério da Cultura (MinC) divulgou nesta quarta-feira, dia 9, pelo 'Diário Oficial da União', a escolha da Associação de Comunicação Educativa Roquette Pinto (Acerp) para administrar as atividades da Cinemateca Brasileira, localizada em São Paulo. A Acerp é a Organização Social (OS) que terá funções como catalogar, identificar, preservar e digitalizar documentos como livros, cartazes, fotografias, etc. 

Para o secretário do Audiovisual, Alfredo Bertini, a atuação da OS deve dar mais flexibilização em relação à gestão de recursos e à burocracia. Já a coordenadora-geral da Cinemateca, Olga Futemma, diz que a gestão por intermédio de OS tem sido ideal para instituições culturais com dinâmica diferente da característica da administração pública direta, como é o caso da que ela coordena.  

Entre 2017 e 2019, a Acerp pode receber repasses de até R$ 3,5 milhões, que deverão ser usados, entre várias outras tarefas, para a restauração de cópias de filmes e administração de salas de exibição da Cinemateca.

Tudo o que sabemos sobre:
Cinemateca Brasileira

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.