Antonio Banderas receberá Oscar espanhol por sua trajetória no cinema

Ator estreou nas telonas pelas mãos do diretor Pedro Almodóvar

REUTERS

20 de outubro de 2014 | 17h00

O ator espanhol Antonio Banderas receberá o Prêmio Goya Honorário em 2015 na cerimônia de premiação do cinema da Espanha em 8 de fevereiro, informou a Academia das Artes e das Ciências Cinematográficas do país em um comunicado nesta segunda-feira.

A Academia decidiu por unanimidade homenagear o ator da franquia Zorro por "uma carreira fulgurante dos dois lados do Atlântico, na qual desenvolveu uma trajetória versátil como intérprete, mostrou seu ponto de vista como diretor e mergulhou no universo da produção para apoiar valores nacionais".

O ator de 54 anos, natural de Málaga, estreou no cinema pelas mãos do diretor Pedro Almodóvar com Labirinto de paixões, (1982), dando início a uma carreira que o levou a atuar em mais de 90 filmes e a dirigir Loucos no Alabama (1999) e O caminho dos ingleses (2006).

Novamente com Almodóvar, ele está prestes a estrear a produção de ficção científica Autômato.

Banderas foi indicado sem sucesso aos Goya em quatro ocasiões, por “A Pele que Habito” (2011), “Quero Dizer que Te Amo” (1995), “Ata-me” (1990) e “Matador” (1986), e é o primeiro espanhol que foi candidato aos prêmios Tony (teatro), Emmy (TV) e a Globos de Ouro (TV).

Ele é considerado o responsável por abrir caminho no cinema norte-americano a outros atores espanhóis, como Javier Bardem e Penélope Cruz, ambos ganhadores de um Oscar.

Banderas vive nos Estados Unidos desde os anos 1990, mas volta sempre à Espanha, onde atualmente está rodando Altamira.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.