''Antes éramos Klauss, Rainer e eu. Hoje, João, Alice e Angel''

DEPOIMENTO

, O Estado de S.Paulo

25 de março de 2011 | 00h00

Angel Vianna

BAILARINA E COREÓGRAFA

"No início, Adriana Banana me convidou para o FID para remontar um trabalho do Rainer. Mas descobri que não queria ficar sozinha no palco. Lembrei do dueto feito com Maria Alice Poppe tempos atrás e, felizmente, Adriana aceitou o convite para o novo trabalho. João Saldanha se juntou a nós porque gosto muito do trabalho dele, acho que ele sabe tratar bem o espetáculo como criador. Queria que ele me coreografasse, mas ele me soltou, e fiquei reconhecida pelo que conseguimos criar.

O fato de me apresentar em São Paulo tem significado forte. São Paulo foi onde a Companhia Klauss Vianna conquistou o seu reconhecimento profissional. Foi o primeiro lugar a entender o trabalho de Klauss e o meu.

Nem me lembro quantos anos tenho agora, porque dá muita alegria poder fazer o que estou fazendo, é muito bom ter esta oportunidade. É o momento em que o trio volta para a minha vida. Antes, éramos Klauss, Rainer e eu, e agora somos João, Angel e Maria Alice. O significado do trio é muito profundo em mim, tanto na forma como nos detalhes.

Estou muito feliz com o que está acontecendo e também por poder dançar em São Paulo."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.