Animale olha para as raízes do Brasil

Grife abre a temporada de desfiles com coleção inspirada no nordeste brasileiro

Mariana Belley - O Estado de S. Paulo,

31 de março de 2014 | 19h11

Animale riscou a passarela da 37ª edição da São Paulo Fashion Week abrindo, assim, mais uma temporada de desfiles. A grife foi buscar na região norte e nordeste do Brasil inspiração para criar sua coleção de verão 2015. Nesta imersão, a estilista Priscila Darolt passeou por pontos altos da região e extraiu as cores, os objetos e a história como foco parar criar.

 

A proprietária da marca, Claudia Jatahi, conta que essa foi a primeira vez que a Animale fez um desfile focando no nosso País "Nós trouxemos uma mixagem de Brasil. Trabalhamos com a renda renascença, com o cordel, a xilogravura que são super típicas do nosso País, mas, ao mesmo tempo,embalamos isso em uma proposta moderna.'

 

As rendas renascenças, aliás, foram trabalhadas em cima do couro, resultando em um trabalho delicado e que representa grande parte da coleção. A xilogravura é capturada da poesia de cordel e aparece nas estampas dos mini vestidos.  Um minucioso trabalho manual se destaca em saias lápis, blusas frente única e na saia godê. A silhueta é bem feminina, sexy, com babados, decotes nas costas, vestidos em linha A e cintura marcada. Na cartela de cores: terra, açaí, tangerina, menta, cinza, branco e preto.

 

'A intenção é que não ficasse um Brasil caricata e propor um País que mantém suas raízes, mas que está sempre se renovando. Nós temos muito Brasil pra explorar.' conta Claudia.

 

Casting. Presente no casting da marca desde as duas últimas temporadas, a top internacional Karlie Kloss não foi escalada dessa vez, mas a passarela não ficou desfalcada de grandes nomes: as modelos Renata Kuerten, Aline Weber e Bruna Tenório desfilaram pela marca que teve, também, uma plateia importante: a ministra da Cultura Marta Suplicy e o ator Paulo Mamberti.

 

Tudo o que sabemos sobre:
spfw-verao-2015modaanimale

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.