Animal Planet dedica dia aos rinocerontes

O canal dedicado a eles não poderia deixar a data passar em branco. O Dia Mundial dos Animais, celebrado em 3 de dezembro, é motivo de festa para o "Animal Planet" (Net/Sky/Directv), que a cada ano quer conscientizar os homens exibindo programas especiais sobre espécies em extinção. Foi assim nos anos anteriores, e se repete neste, quando o rinoceronte foi eleito o Animal do Ano 2000.Os episódios O Grande Rinoceronte Asiático e O Último Rinoceronte vão ao ar no dia 3, a partir das 23 horas, revelando quão cativante é o rinoceronte, animal perseguido por caçadores que desejam seus preciosos chifres, ricos em queratina (mesmo material encontrado em cabelos e unhas) e usada em tratamentos estéticos e médicos. Como se não fosse o bastante, seus chifres também são usados para ornamentar uma adaga (tipo de arma, maior que um punhal, com um ou dois gumes), representando virilidade aos homens da nação do Iêmem. Atualmente, existem cinco espécies de rinocerontes no mundo: o asiático, o branco, o negro, o de Java e de Sumatra. Enquanto algumas espécies lutam para sobreviver, como é dos rinocerontes de Sumatra, outros já conseguiram aumentar sua população. Os asiáticos, por exemplo, entraram no começo do século 20 com apenas 200 animais e hoje somam aproximadamente 2500. Os rinocerontes brancos já não tiveram a mesma sorte. Dos 1100 que existiam em 1981, apenas 32 continuam vivos hoje. O mesmo ocorreu com os rinocerontes negros, que nos últimos 15 anos viram sua população diminuir em 85%, restando apenas 2600 animais, espalhados pelo centro e sul da África. Quando nascem, os filhotes chegam a pesar 50 quilos e em apenas um ano e meio alcançam os 450 quilos. Não é difícil um adulto - por exemplo, um rinoceronte branco - pesar 4535 quilos e medir 1,80 metro de altura. Os de Sumatra não seguem o mesmo caminho. Considerados os menores da espécie, não pesam mais que mil quilos ou medem mais de 135 centímetros de altura. Apesar da visão limitada, eles são donos de um desenvolvido sistema auditivo e apurado olfato, por isso são capazes de "sentir" cheiro humano de longe e correr até 56 quilômetros por hora antes de serem considerados presas fáceis. Vivendo em média 50 anos, os rinocerontes possuem chifres que podem medir de 60 a 150 centímetros, variando de acordo com cada espécie, sendo que os das fêmeas são maiores que os dos machos.Objeto de desejo dos caçadores, os chifres são usados principalmente na China e Coréia do Sul em tratamentos médicos, que vão desde febre, convulsões, perda de visão até derrames cerebrais e epilepsia. Um quilo de pó de chifre de rinoceronte estava avaliado, em 1994, em 60 mil dólares. Recheando a semana - Enquanto não chega a hora de conhecer a intimidade dos rinocerontes, o canal reapresentará alguns dos seus melhores programas, cada qual dedicado a um animal. A semana começa com Free Willy: Keiko Volta para Casa (dia 27), contando a história da cativante baleia orca que ganhou fama nas telas dos cinemas.Os chimpanzés ganham um programa na terça, dia 28, e os ursos na quinta, dia 30. Elefantes grandalhões chegam na sexta, dia 1º, e os felinos são o destaque do sábado, dia 2. Todos os programas serão exibidos às 13 horas, e reapresentados as 17 horas. Durante todo o Dia Mundial dos Animais, o canal exibirá ainda especiais sobre tigres, cavalos, filhotes selvagens, gorilas, até finalmente chegar a hora do especial com o grande homenageado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.