Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Animação projetada vai contar história do Pátio do Colégio

Paredes da Igreja dos Jesuítas servirão de tela para resgatar o patrimônio histórico do Centro de SP, nesta terça, a partir das 19h30

estadão.com.br,

31 de maio de 2011 | 06h00

SÃO PAULO - A partir das 19h30 desta terça-feira, 31, uma animação exibida ao ar livre no centro da capital paulista tenta resgatar a história de um patrimônio da cidade. Projetada na primeira construção de São Paulo, o Pátio do Colégio (que abrange um museu e a Igreja dos Jesuítas), o vídeo relembra os primórdios do Largo – onde os indígenas eram catequizados cinco séculos atrás – e termina com a imagem do complexo nos dias de hoje.

 

A animação é produzida pela produtora Karmatique, cujos trabalhos em geral buscam resgatar a memória de patrimônios históricos. A pedido da Prefeitura, a produtora criou e vai projetar nas paredes do Pátio um curta-metragem de pouco menos de 3 minutos, repetido durante duas horas. A tecnologia utilizada nesse tipo de evento se chama projeção mapeada, já que as imagens preenchem apenas as paredes do prédio, respeitando contornos e os vãos das janelas, por exemplo. "Nossa ideia é contar a história daquele lugar, para reconstruir o que aconteceu ali com o passar do tempo", diz o diretor do curta, Rogério Nunes. No convite da apresentação, abaixo, é possível ter uma ideia de como será exibida a projeção, com detalhes minuciosos que usam o edifício para interagir com o filme.

 

A prévia da projeção:

 

 

O estadão.com.br acompanhou o teste da apresentação, no dia 17 de maio. Algumas pessoas, entre elas moradores de rua da região, foram surpreendidos pelas imagens a céu aberto. "A gente imagina aquela estrutura do Pátio como se fosse transparente, para proporcionar um olhar através do tempo", diz Nunes. A partir da projeção desta noite, será feito um vídeo promocional. "Não sabemos exatamente quantas pessoas vão estar lá e como vão interagir com a projeção. É uma coisa aberta", completa o diretor.

 

A animação que será projetada:

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.