J.Tanner/ Reprodução ONU
J.Tanner/ Reprodução ONU

Angelina Jolie pede ajuda urgente pelos refugiados da Líbia

Atriz ficou dois dias em Cabul, de onde falou sobre refugiados de zonas de conflito

Estadão.com.br,

02 de março de 2011 | 17h18

A atriz Angelina Jolie pediu ajuda ao refugiados da Líbia nesta quarta-feira, durante entrevista em Cabul, no Afeganistão. "Nós não queremos olhar para trás e descobrir que a morte deles está nas nossas mãos, disse a atriz. Com o seu mais recente filme, O Turista, em cartaz nos cinemas, Angelina Jolie está focada em seu outro papel: o de Embaixadora da Boa Vontade da Agência de Refugiados da Organização das Nações Unidas (ONU). A informação é do site Hollywood Reporter e do site oficial da ONU.

A atriz, que falou de Cabul, na quarta-feira, pediu insistentemente suporte aos líbios refugiados, afetados pela agitação e protestos no país contra o ditador Muammar Gaddafi, e os africanos da Côte d' Ivore, onde há uma iminência de guerra civil, segundo a ONU.

"A medida que testemunhamos essa nova crise que se desdobrou no oeste e norte da África, é essencial que todos partidos respeitem o direito fundamental das pessoas em perigo de viajar em segurança, caso civis sejam pegos de surpresa por conflitos em seus países ou refugiados sejam surpreendidos por novos conflitos", disse a atriz durante declarações. " Tudo que eu peço é que os civis sejam protegidos, e não atingidos ou feridos".

Angelina Jolie esteve em Cabul pro dois dias para ouvir os problemas dos refugiados regressos, que estão lutando para sobreviver 10 anos depois do retorno do exílio. Mais de 5,5 milhões de refugiados retornaram ao país desde 2002, vindos, a maioria, do Pasquistão e Irã, e agora representam 20% da população do Afeganistão.

Tudo o que sabemos sobre:
Angelina JolieONUrefugiadosLíbia

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.