Angélica rouba a cena na noite das loiras

Foi um tumulto. "Você parou a cidade!", celebrava uma das convidadas do cabeleireiro Celso Kamura, responsável pelo congestionamento que travou a Rua da Consolação, da Estados Unidos até a Alameda Santos, na noite de anteontem. A abertura do novo salão de beleza do responsável pelos looks da prefeita Marta Suplicy e da apresentadora Angélica era para ser só isso: um inauguração de cabeleireiro. Virou uma megafesta."Nunca vi tanta confirmação na minha vida", disse Patrícia Casé, promoter responsável pela lista de vips do evento. Só ela convidou umas 800 pessoas, estilistas, modelos, chiques e endinheirados. "Não pensei que fosse tomar essa proporção", disse o cabeleireiro sobre o empreendimento. Enquanto chiques difíceis de serem reconhecidos pela massa se aglomeravam pelo salão, bebericando champanhe ou uísque 8 anos, os fotógrafos se empuleiravam na entrada à espera das celebridades. E a noite foi das loiras poderosas que Kamura penteia. A primeira "alguém" a chegar foi a top model Ana Hickmann. A escada virou pit e os flashes pipocaram de todos os lados. Entre os anônimos, a alegria de viver momentos de Celebridade. "Eu sou a Darlene", comemorava a funcionária Ariane, ao ser fotografada.Lá fora a muvuca se formava. Moradores dos prédios vizinhos chamaram o DSV para tentar contornar a baderna, já que alguns convidados largavam o carro no meio da rua, à espera de esbaforidos manobristas. Logo chegaram os marronzinhos, com seus temidos blocos de multas. Devem ter feito um bom dinheiro por lá. No meio do auê, chegou a prefeita Marta Suplicy, embrulhada em uma blusa de tafetá vermelho embabadado, lábios carnudões e cabelinho na altura do queixo. Empurra-empurra, sobe e desce de escadas, e olhares blasé acompanharam a passagem de Marta pelo salão. "Celso quer que eu corte o cabelo, mas vou deixar crescer para fazer coque banana, que eu usava com 15 anos", disse a prefeita. "Sobre cabelos, nunca se pode dizer o amanhã", filosofou.Sobre a vida amorosa de Angélica, também não. A cliente mais famosa de Kamura chegou às 23h. Sexy em um vestido-lingerie de Alexandre Herchcovitch, seios quase à mostra, sandálias Valentino (a mesma que usou em seu aniversário), ela veio prestigiar o amigo e ver o resultado das fotos expostas no local. No seu caso, o ar blasé daquela gente habituada à fama cai por terra. Angélica vai passando e arrancando uivos. Ela tenta ver o espaço, mas é gente demais em volta da fofa. Vários pedidos para abraços e fotos, de marmanjos, jovenzinhos, gays animados, mulheres empombadas, pré-adolescentes eufóricas. Angélica tem fãs no mundo de Kamura. Mas todo mundo queria saber mesmo era do fim de seu namoro de 5 anos (entre idas e vindas) com Maurício Mattar. "Estou solteira", confirmou, sem dar detalhes do rompimento. De cabelo e maquiagem impecável, só resta saber: quem fez o look da noite, se Kamura estava ocupado?

Agencia Estado,

03 de dezembro de 2003 | 09h38

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.