Angélica começa a flertar com adultos

Aos 27 anos de idade e 13 de carreira voltada ao público infantil, a apresentadora Angélica começa a dar sinais de querer conquistar platéias adultas. Na segunda-feira à noite, ao apresentar sua coleção de jóias numa coletiva de imprensa em São Paulo, ela anunciou: vai lançar-se, em maio, como cantora de música pop. E mais: até o fim do ano deve estrear na Globo um novo programa, direcionado aos "jovens adultos". O primeiro CD não-infantil de Angélica, ainda sem nome definido, será lançado pela gravadora Universal com uma turnê pelas principais capitais brasileiras e por grandes cidades do interior. Dentro de alguns dias a apresentadora-cantora dará início aos ensaios do show em que vai apresentar-se ao lado de uma banda. "Vou cantar mesmo, ao vivo, sem dublagem", garante. "As músicas têm muito a ver comigo. Quando o repertório agrada ao intérprete as coisas fluem com mais facilidade. Sempre quis cantar músicas românticas e dançantes. É isso o que ouço em casa", diz. Mais um filme - Angélica aguarda apenas a escolha e contratação dos músicos que irão acompanhá-la para iniciar a preparação do show. ?Acabo de voltar de férias. Eu e o Maurício (Mattar, namorado de Angélica) estávamos nos Estados Unidos. Profissionalmente o ano está começando para a gente só agora?, diz. Começando muito bem, com bastante trabalho. Maurício vai começar a gravar no dia 18 a novela A Padroeira, prevista para substituir Estrela-Guia, das 18 h, em que fará parte de um triângulo amoroso ao lado de Deborah Secco e Luigi Barricelli. Angélica, além de aperfeiçoar o desempenho vocal, está negociando o contrato para filmar um novo longa-metragem pela Globofilmes (ela já fez a produção adolescente Zoando na Tevê). Está preparando também, com o diretor Jayme Monjardim ? com quem fez Milk Shake na extinta Rede Manchete ?, a nova atração que irá comandar na Globo. O programa será semanal e provavelmente de auditório. ?Estamos ainda no início do processo, não posso informar mais nada. Só sei que será voltado para os jovens?, diz. ?Mas não vou abandonar o público infantil. Enquanto as crianças me quiserem estarei com elas.? Bambuluá, apresentado por ela nas manhãs de segunda a sexta, continuará no ar e deverá ter novos quadros. Mas as novidades não param por aí. No próximo sábado, Angélica fará seu debut na televisão em horário nobre. Ela gravou em apenas um dia sua participação em 12 capítulos de Um Anjo Caiu do Céu, novela de Antônio Calmon exibida pela Globo às 19 h. A trama terá ainda participações especiais do cantor Supla e da atriz Suzana Werner. A própria emissora sugeriu ao autor o nome de Angélica para o papel da menina anjo Angelina. A apresentadora já havia trabalhado como atriz no seriado infantil Flora Encantada. ?Fui convidada a fazer novela antes, mas recusei porque é um trabalho que exige muita disponibilidade. Eu gostaria de atuar mais, desde que em pequenas participações. O personagem apresentado a mim dessa vez foi irrecusável.? Na trama, Angélica será um anjo amigo do querubim Rafael, personagem de Caio Blat. ?Aceitei fazer a Angelina por motivos óbvios?, diz a apresentadora-cantora-atriz. ?Eu sempre gostei de coisas celestiais. Além disso, Angelina é o nome da minha mãe.? Em um cenário angelical, uma reprodução do céu, Angélica gravou suas cenas contracenando com Tarcísio Meira. Na seqüência, o fotógrafo João Medeiros, interpretado por ele, é obrigado a permanecer nas nuvens por alguns dias, em companhia dos anjos, como punição por render-se às tentações mundanas. Angélica ficou bastante nervosa ao saber que iria atuar ao lado de um ator cujo currículo é tão vasto, mas ?lá pela terceira cena? já estava bem relaxada. ?O Tarcísio foi muito legal comigo, me elogiou e assim me fez ficar calma.? Ela irá comentar a experiência em um chat, no dia 17 às 21h30, em seu site oficial (www.angelica.com.br). Lado empresarial - Além de todos esses planos para a carreira artística, Angélica vem ampliando seus negócios como empresária. Ela já perdeu a conta dos produtos para os quais emprestou seu nome. Seu último lançamento é uma coleção de jóias folheadas a ouro produzidas pela indústria de bijuterias finas Galle. São peças de design simples. Brincos, colares e pulseiras, angelicais como a apresentadora: carregados de estrelas. "Tenho certeza de que irão agradar às adolescentes e também às jovens mamães, que eram meu público há uns dez anos." A festa de apresentação da coleção, em que Angélica deu uma entrevista coletiva, atraiu uma multidão de répórteres mais interessados em saber quando Maurício Mattar irá colocar um anel de casamento no dedo da moça do que nas informações sobre as jóias. Desempenhando muito bem seu papel de estrela, ela desconversou educadamente, mantendo sempre um simpático sorriso no rosto. "Não pensamos nisso por enquanto. E, aliás, estou aqui para falar de outro assunto." Logo após a entrevista, a apresentadora sentou-se numa área isolada emergencialmente por um grupo de seguranças - por causa do assédio a ela - para assistir ao desfile de lançamento das peças. Assim que a última modelo pisou na passarela improvisada na boate Cheers, na Vila Olímpia, Angélica se despediu e saiu de cena, não sem antes dar vários autógrafos e posar para fotos ao lado de homens e mulheres que há muito tempo se despediram da infância. A julgar pelo que se viu na noite de segunda-feira, ela não terá dificuldades em conquistar as platéias adultas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.