Angel Vianna inaugura faculdade de dança

Angel Vianna estréia hoje, às 20 horas, na sede da sua escola em Botafogo, no Rio de Janeiro, sua mais recente produção. Desta vez, não se trata de espetáculo seu ou de alguma das duas companhias nascidas lá (a Staccato, de Paulo Caldas, e a Ra Tame Tanz, de Alexandre Franco). O que inaugura é a Faculdade Angel Vianna, um sonho que começou a gestar em 1983, quando fundou o Espaço Novo - Centro de Estudos do Movimento e Arte, atual Escola Angel Vianna."Tentei criar a faculdade por meio de convênio, não deu certo, daí segui o conselho de Cecília Conde, que me disse para primeiro me dedicar a oferecer uma escola de segundo grau muito boa e foi o que fiz", conta. Emocionada, cansada, mas distribuindo vitalidade e afeto porque essa é uma das características que marca o que vem realizando nestes 53 anos de carreira (começou como bailarina de Carlos Leite no Ballet de Minas Gerais, em 1948), ela confessa ter um pouco de medo. "É um pouco de ousadia da minha parte porque se trata de um compromisso muito sério, mas sei que vai dar certo porque a qualidade da equipe com a qual conto me garante isso."Neste primeiro semestre, serão sete professores: Ana Vitória (dança contemporânea), Maria Teresa Malta (estrutura sonora e rítmica/expressão vocal), Mariana Lobato (Pilates), formadas pela Universidade Federal da Bahia, a primeira a abrigar uma Faculdade de Dança no Brasil, e mais Andrea Bergalo (balé), Mauro Costa (estética/semiótica geral), Letícia Teixeira (expressão corporal e, segundo Angel, "cria dela, a que vai continuar o seu trabalho lá") e Fernando Teles (anatomia/cinesiologia/fisiologia).A Faculdade Angel Vianna vai funcionar à tarde e à noite, com duas turmas de 30 alunos cada uma, com 4 horas e meia de duração diária. "Por uma questão de ética, escolhi trabalhar nesses horários para não atrapalhar a Faculdade da Cidade, que já existe aqui no Rio." Alsonia Bernardes, que por longos anos dirigiu o setor de teatro da UniRio, será a vice-diretora; Angela Ferreira, a coordenadora; Valéria Peixoto, a secretária, e Julieta Calazans, a responsável por pesquisa e extensão. Para o vestibular, inscreveram-se 75 candidatos. "Foi um resultado impressionante, praticamente fruto de boca a boca, dada a pouca divulgação que realizamos, e a seleção foi um processo lindíssimo, no qual cada um foi avaliado individualmente."Mal começa a faculdade, inicia também a construção da sua biblioteca, reformando o bar que existia ao lado da sua escola. O novo empreendimento, que apenas atesta a sua coragem e a confirma como a mestra-farol da dança contemporânea brasileira, uma vez que continua iluminando caminhos, como que continua uma trilha que Angel percorreu com Klauss Vianna, morto em 1992, e Rainer Vianna, filho de ambos, morto em 1995. "Gostaria que, hoje à noite, todos aqueles com quem tenho compartilhado estivessem presentes porque se trata de um momento mágico e muito forte para mim, pois cheguei até ele porque estive sendo soprada pelos dois meninos da minha vida, continuando as nossas coisas de amor, e eles, de alguma forma, estarão lá, dando o primeiro empurrão."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.