IARA MORSELLI - Estadão
IARA MORSELLI - Estadão

André Sturm será secretário de Cultura de São Paulo

Nomeação oficial será feita na quinta-feira; prefeito eleito João Doria convidou o diretor do MIS depois de receber uma negativa do empresário Boni

O Estado de S.Paulo

21 de novembro de 2016 | 17h56

André Sturm, diretor geral do Museu da Imagem e do Som (MIS), será o secretário da Cultura do prefeito João Doria. A informação foi confirmada ao Estado, embora o anûncio oficial só será feito nesta quinta-feira (24). Sturm, que é muito bem avaliado como gestor do MIS, passou a ser fortemente sondado depois que o empresário de televisão Boni disse não ao convite de Doria.

Gaúcho de Porto Alegre, Sturm, 51 anos, fez toda sua carreira na área do audiovisual. Ele trabalhou na distribuição de filmes de arte na distribuidora Pandora e chegou a comandar o departamento de programação da Cinemateca Brasileira. Sua marca no MIS tem sido a de abrir o museu para a população com exposições de valor artístico mas, sobretudo, de alto conteúdo pop. David Bowie, Castelo Rá Tim Bum, Tim Burton, Stanley Kubrick. A cada anúncio, o público parecia se duplicar. O sucesso também trouxe a polêmica: estaria a gestão espetacularizando a arte e dando ao público apenas os biscoitos dos quais sabia que ela gostaria? O fato é que o pensamento de gestor de Sturm chamou a atenção de Doria.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.