Iara Morselli
Iara Morselli

André Sturm aceita convite de Roberto Alvim para ser novo secretário do Audiovisual

Confirmação foi feita em almoço na Fiesp nesta quinta, 12

Redação, O Estado de S.Paulo

12 de dezembro de 2019 | 15h14

Ex-secretário municipal de Cultura, André Sturm aceitou convite feito por Roberto Alvim, secretário especial da Cultura, durante almoço da Fiesp. Ele assumirá a chefia da Secretaria do Audiovisual no lugar de Katiane Gouvêa, que foi exonerada do cargo na quarta-feira, 11. Informações foram confirmadas ao Estado por um produtor presente ao evento. 

"André Sturm tem experiência comprovada por mais de 30 anos de carreira no audiovisual e conta com amplo apoio do setor. É um nome de conciliação, que marca o início de um novo momento de construção conjunta entre a Secretaria Especial da Cultura e o mercado audiovisual brasileiro", afirmou o secretário Especial da Cultura, Roberto Alvim.

"Eu fui pego totalmente de surpresa. É claro que eu fico muito honrado com o convite, que vem em função da minha trajetória profissional. É um desafio. Hoje, o setor audiovisual tem uma distensão, um clima de muita disputa. E eu vou buscar pacificar o setor, buscar o diálogo. Sendo uma pessoa do audiovisual, minha indicação sinaliza a vontade do diálogo e de entendimento da Secretaria da Cultura e do governo com o setor", destacou Sturm em depoimento divulgado pela Secretaria Especial de Cultura.

Nascido em Porto Alegre, Sturm é cineasta, foi diretor do MIS - Museu da Imagem e do Som de São Paulo e é ex-secretário da Cultura de São Paulo e mantém sua paixão de cuidar da programação dos cinemas do Petra Belas Artes. 

Sturm foi escolhido por João Doria, então prefeito de São Paulo, como secretário de Cultura da cidade.  No início de sua gestão, foram anunciados o desmembramento da Virada Cultural, o cancelamento de um edital de dança e o fim do Clube do Choro. Em maio de 2017, um grupo de manifestantes ocupou a sede da Secretaria Municipal de Cultura pedindo a saída de Sturm e o descongelamento de recursos para a pasta. No mesmo mês, uma gravação de áudio foi divulgada nas redes sociais, em que o então secretário chega a dizer que vai "quebrar a cara" do ativista Gustavo Soares, que chama Sturm de "desequilibrado". A Justiça arquivou processo contra Sturm por suposta ameaça. 

Outro áudio foi divulgado, relacionado ao Theatro Municipal. Sturm afirmou a representante do Instituto Odeon, responsável pela gestão do espaço, que só aceitaria a prestação de contas da entidade caso seus representantes aceitassem uma rescisão amigável de contrato, o que foi visto como uma “chantagem”. Por esse episódio, Sturm passou a ser investigado por improbidade administrativa pelo Ministério Público Estadual. Em janeiro deste ano, com Bruno Covas na prefeitura, ele foi substituído por Alê Youssef.

Tudo o que sabemos sobre:
Secretaria do AudiovisualAndré Sturm

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.