Ana Maria Braga enfrenta tratamento de visual novo

Em seu primeiro programa ao vivo, depois da segunda fase do tratamento contra um câncer no canal anal, Ana Maria Braga, 52 anos, surgiu com um visual quase careca. O motivo que a fez passar máquina 4 nos cabelos foi explicado pela apresentadora durante seu programa Mais Você, ontem. "Ver o cabelo caindo dá a sensação de estar indo junto com ele. Então pensei: ´por que sofrer com isso se eu posso resolver e não ver meus cabelos caindo mais?´"A escolhida para auxiliá-la nesta missão foi a assessora Silvia Pacola. "Ela me ajudou a cortar a parte de trás", disse Ana Maria para seus telespectadores. "Lembrei daquela cena da novela Laços de Família. A perda do cabelo incomoda muito, mas depois que comecei a cortar senti um alívio."A mudança no visual se deu no último domingo, quando ela já tomava os medicamentos em casa. Silvia disse que apesar da queda dos cabelos a apresentadora está reagindo muito bem ao tratamento. A única coisa que mudou na rotina de Ana Maria foi o tempo de permanência na emissora. Ela costumava chegar às 6 h e ficava até 8 da noite. "Agora ela vai para casa descansar assim que termina o programa."Quanto às várias perucas que a apresentadora havia comprado justamente para essa ocasião, a assessora garante: "Ela vai usar, sim. Cada dia seu visual será uma surpresa." O público de Ana Maria, que desde o começo a vem apoiando com mensagens e telefonemas - que já foram colocados no ar - continua firme. Em seu e-mail pessoal, ela recebe por dia cerca de 4 mil mensagens, mais os incontáveis telefonemas que chegam à Rede Globo.Ana Maria anunciou a doença no dia 25 de julho no Jornal Nacional. De lá para cá, já passou por duas fases do tratamento que incluirá, além da quimioterapia, sessões de radioterapia. Os médicos do Hospital Sírio Libanês, que cuidam da apresentadora, acreditam que o tratamento será suficiente para erradicar o tumor, que é pequeno. Mas pode ser que ela tenha de fazer uma cirurgia para extrair os dois gânglios da virilha.

Agencia Estado,

23 de agosto de 2001 | 10h55

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.