Amy Winehouse recebe prêmio máximo do Festival Mobo

Premiação celebra a música influenciada pela cultura afro-caribenha, como jazz, hip-hop, soul

Ansa,

20 de setembro de 2007 | 19h49

A cantora britânica Amy Winehouse foi a grande vencedora da 12.ª edição do Mobo (Music of Black Origin), festival que celebra a música negra. A premiação aconteceu no estádio O2 Arena, em Londres, na noite da quarta-feira, 19, à noite.Amy Winehouse, 24 anos, venceu na categoria de melhor cantora da Grã Bretanha, superando as concorrentes Beverley Knight, Jamelia, Corinne Bailey Rae e Joss Stone. A vitória veio após uma série de complicações devido a sua dependência química. Ela já havia sido hospitalizada por overdose, havia freqüentado uma clínica de reabilitação, e acabava de cancelar uma turnê nos Estados Unidos e outros shows, em decorrência do uso das drogas.No mês passado, seu sogro insistiu aos fãs que boicotassem seus discos, para tentar ajudá-la a iniciar um tratamento de reabilitação.Quem ficou com o posto de melhor cantor britânico no Mobo foi o londrino Dizzee Rascal. Também receberam prêmios o "rapper" norte-americano Kanye West e a estrela do R&B, o também norte-americano Ne-Yo. Ambos levaram duas estatuetas.West venceu nas categorias de melhor atuação hip-hop e melhor vídeo-clipe, com "Stronger". Já Ne-Yo ficou com os prêmios de melhor música, com "Because of You", e melhor atuação ao vivo. A norte-americana Rihanna também saiu ganhadora, com o tema "Umbrella".O festival Mobo de Londres celebra a música influenciada pela cultura e tradições afro-caribenhas, como o jazz, o hip-hop e o soul.

Tudo o que sabemos sobre:
Amy WinehouseMobo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.