Amy Winehouse é vaiada em 1º show de turnê

Conhecida por sua associação com álcool e drogas, artista parecia 'frágil'

BBC Brasil, BBC

15 de novembro de 2007 | 11h30

A cantora britânica Amy Winehouse foi vaiada por fãs durante um show em Birmingham, que marca o início de sua turnê pela Grã-Bretanha. Durante o show, a cantora - famosa por sucessos como Rehab, cuja letra fala de sua dependência por álcool e drogas - dedicou uma canção ao marido, Blake Fielder-Civil, que está na prisão por ter agredido o dono de um bar. Winehouse, com 24 anos, disse à platéia: "Aos que estão vaiando, esperem só até meu marido sair da prisão. Estou falando sério". No verão britânico, a cantora cancelou uma série de shows alegando "problemas de saúde". O repertório do show em Birmingham incluiu sucessos como Back to Black e Tears Dry On Their Own. Antes da canção Wake Up Alone, ela disse ao público: "Esta é para o meu marido". Mas quando cantava uma versão da canção Valerie, do grupo The Zutons, Winehouse deixou cair o microfone e saiu do palco. Fielder-Civil, marido de Winehouse, está preso sob acusação de obstrução da justiça e agressão. A reação do público ao show foi variada. "Quando ela realmente cantou, foi fenomenal. Mas ela não estava pronta para subir naquele palco. Estava tão fraca, tão vulnerável", disse a fã Zoe Giorgio, que foi ao concerto acompanhada da filha, Nicola, de 15 anos. "Senti pena porque ela não parava de chorar", afirmou a jovem. "Cada vez que cantava uma música, ela incluía a palavra Blake, ou eu amo meu Blake, na letra", disse.

Tudo o que sabemos sobre:
Amy Winehouse

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.