Amy Winehouse é internada em clínica de Londres

Segundo porta-voz, cantora teria sofrido reação a remédios que está tomando.

Da BBC Brasil, BBC

25 de novembro de 2008 | 13h51

A cantora Amy Winehouse foi internada em uma clínica particular de Londres no domingo, devido a uma reação causada por medicamentos que estava tomando, segundo informações divulgadas nesta terça-feira por um porta-voz da artista."Parte dos remédios está fazendo com que ela fique doente", afirmou o porta-voz Chris Goodman. O assessor da cantora acrescentou que os medicamentos fazem "parte do tratamento" ao qual Winehouse, de 25 anos, está se submetendo.A cantora britânica estava trabalhando em seu novo álbum, o primeiro desde o grande sucesso Back to Black, de 2006.No começo do mês de novembro, Lucian Grange, diretor da gravadora de Winehouse, a Universal, afirmou que as novas músicas que ouviu são "sensacionais".Problemas de saúdeEm junho, Winehouse desenvolveu um enfisema, problema crônico no pulmão, que a levou a desmaiar em sua casa, no norte de Londres.No mês seguinte, a cantora sofreu um novo desmaio devido a uma reação aos remédios que estava tomando e foi levada ao hospital University College, também em Londres.Em agosto, Amy Winehouse não se apresentou em Paris devido a problemas de saúde, mas não precisou ser internada.Na segunda-feira, por causa da nova internação, a cantora não compareceu a uma audiência na Justiça britânica, relativa a um processo contra seu marido, Blake Fielder-Civil.O marido de Winehouse teve um recurso negado pela Justiça, que manteve uma sentença à prisão contra Fielder-Civil por atacar um homem.Fielder-Civil, de 26 anos, foi condenado em julho a 27 meses de prisão por ter atacado James King, de 36, em um pub no leste de Londres em junho de 2006.Ele também admitiu ter obstruído o trabalho da Justiça britânica ao tentar convencer King a retirar a queixa, oferecendo 200 mil libras.Fielder-Civil havia sido colocado em liberdade condicional no último dia 5 para se internar em uma clínica de reabilitação.BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.