Amor é escolhido pela crítica de LA

O filme Amor, do cineasta austríaco Michael Haneke, foi eleito o melhor do ano pela Associação dos Críticos de Cinema de Los Angeles. A escolha contrasta com a votação dos profissionais nova-iorquinos que, na semana passada, apontaram A Hora Mais Escura, de Kathryn Bigelow, como seu preferido em 2012. Na lista de Los Angeles, Paul Thomas Anderson surge como melhor diretor por O Mestre e Amy Adams, do mesmo filme, como melhor atriz coadjuvante. Protagonista de Amor, Emmanuelle Riva, de 85 anos, empatou com a americana Jennifer Lawrence, que interpreta uma jovem viúva na comédia O Lado Bom da Vida. / AP

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.