Amigo da viúva de Pavarotti diz que havia crise no casamento

"Nicoletta não é a víbora que descrevem", afirmou seu amigo de infância

Efe

17 de setembro de 2007 | 15h34

Um "amigo íntimo de infância" de Nicoletta Mantovani, a segunda esposa de Luciano Pavarotti, afirmou que o casamento do tenor estava em crise, mas que a viúva "não é a víbora que descrevem". A revista italiana de fofocas Tu traz a afirmação em sua última edição, que estará nas bancas a partir de quarta-feira, 19, mas da qual já foi antecipado um trecho. "Nicoletta não é a víbora que descrevem", afirmou o amigo de infância da viúva, cuja identidade não foi revelada pela publicação. "Quando a vi em junho, estava tensa e assustada com a saúde do grande mestre", disse. Pavarotti, que sofria de câncer de pâncreas, morreu no dia 6 aos 71 anos em sua casa de Modena, no norte da Itália. O amigo da viúva, que teve uma filha com Pavarotti, Alice, de 4 anos, disse que "é verdade que entre eles havia uma profunda crise", mas afirmou que a segunda esposa do tenor "não atormentava Pavarotti como dizem, nem o impedia de ver as três filhas que teve com sua primeira esposa, Adua". No dia 12, o jornal italiano La Stampa publicou uma entrevista de Lidia La Marca, apresentada como uma das "amigas íntimas" do tenor, na qual esta dizia que Pavarotti teria lhe dito antes de morrer que Nicoletta "o atormentava". Agora, o suposto "amigo de infância" de Nicoletta disse à revista italiana que "houve uma aproximação com a primeira família do tenor e (Nicoletta) não impediu isto, pois não é uma má pessoa". O repórter perguntou ao amigo da viúva sobre o testamento, cujo conteúdo foi divulgado domingo, 16, e que concede a Nicoletta 50% da herança, mas ainda se desconhece se há outro testamento assinado pelo artista antes de morrer. "Falei há poucos dias com ela e a herança não é sua maior preocupação: agora, deve pensar na pequena Alice", contou o amigo de Nicoletta. Segundo a mesma fonte, Nicoletta quer organizar um grande evento para lembrar o Grande Luciano. "É justo que se fale dele por sua voz, não por seu patrimônio", ressaltou o amigo de Nicoletta.

Tudo o que sabemos sobre:
Pavarotti

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.