"América" chega mais perto do fim

Glória Perez começa a resolver os principais conflitos de América. Haydée enfim procura um psiquiatra, Irene é despejada e os mexicanos comemoram o visto norte-americano. Para Sol, novo drama começa Se Sol (Deborah Secco) fosse amiga de Jota (Roberto Bonfim), seus problemas teriam chegado ao fim. No capítulo de hoje o sorridente motorista conta que conseguiu o visto americano para Consuelo (Cláudia Jimenez), Mercedes (Rosi Campos), Inesita (Juliana Knust), Rosário (Fernanda Paes Leme) e Geraldito (Guilherme Karam). Enquanto os mexicanos comemoram, Irene (Daniela Escobar) começa a se acostumar com a pobreza. No episódio de terça, ela é expulsa de sua casa por um oficial de justiça. Já o menino Farinha (Mussunzinho), vai ganhar uma casa nova. Graça (Regina Dourado) descobre a traição do marido (Walter Breda) mas permite que o garoto continue a viver em sua casa. Em Boiadeiros, o clima é de festa por conta do casamento entre Mazé (Nívea Maria) e Adalberto (Reginaldo Faria). O buquê da noiva fica para Neuta (Eliane Giardini. Já para Sol (Deborah Secco), um novo drama começa. O filho, que nasce hoje, terá de ser operado para sobreviver. Mazé também vai viver alegrias com o filho Geninho (Marcelo Novaes), que diante do tribunal se mostra arrependido por ter enganado sua mãe, para desespero de Laerte (Humberto Martins). Se a situação do fazendeiro começa a ficar crítica, a de seu sócio Glauco (Edson Celulari) complica-se ainda mais. No capítulo de quarta, ele é preso no escritório, diante de Haydée (Christiane Torloni) e Lurdinha (Cléo Pires). Para Raíssa (Mariana Ximenez), a semana também será de fortes emoções. Ela descobre que a mãe é cleptomaníaca e que foi o ex-noivo Alex (Thiago Lacerda) quem armou seu seqüestro. Haydée, enfim, procura um psiquiatra.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.