Alzira Espíndola volta a São Paulo com o show 'Alzira E'

A grande música de Alzira Espíndola se expande - em termos criativos e pela abertura que outros intérpretes têm dado. Hoje, a compositora e cantora mato-grossense volta a apresentar, no Sesc Santana, em São Paulo, o show do ótimo CD ''Alzira E'', um marco de renovação de seu estilo. Alzira amplia o roteiro com canções de sua autoria recentemente gravadas por Ney Matogrosso (Coisas da Vida, parceria inédita com Itamar Assumpção), no álbum Inclassificáveis, Zélia Duncan (Chega Disso), no DVD com Simone, e Maria Alcina (Colapso), que ainda não chegaram ao público.As parcerias com o poeta arrudA, do álbum ''Alzira E'', também evoluíram ao vivo, segundo a cantora. "Eu, como intérprete, estou fazendo parte desse amadurecimento e estou querendo ver o reflexo disso na banda", diz. No show, Alzira valoriza mais a parte instrumental com destaque para a guitarra portuguesa de Luiz Waack, que aparece em (Meio Segundo) no CD, mas se estende a outras no show. Além de Waack (que também toca violões), Alzira será acompanhada por Adriano Magoo (sanfona e teclados), Pedro Marcondes (baixo) e Sandro Moreno (bateria). Seu irmão Jerry Espíndola faz participação especial. As informações são do jornal O Estado de S. PauloAlzira Espíndola. Sesc Santana (349 lug.). Av. Luiz Dumont Vilares, 579, São Paulo. Tel. (011) 2971- 8700. Hoje, 21h. R$ 4 a R$ 16.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.