Alter ego do herói é deficiente

Criado por Stan Lee e Jack Kirby, lendas das HQs, em agosto de 1962,Thor é um herói que perdeu protagonismo nos gibis há muito tempo (assim como o Lanterna Verde e o Capitão América, a caminho da tela grande). Em 2004, houve uma grande reformulação da Marvel Comics, e a revista do Thor seria cancelada. Voltou três anos depois, numa edição de luxo por J. Michael Straczynski e Olivier Coipel.

Jotabê Medeiros, O Estado de S.Paulo

29 Abril 2011 | 00h00

O semideus caído vive na Terra, contrariando seu pai Odin, sob um alter ego humano, o médico Donald Blake, deficiente físico. Usa um cajado que, ao bater fortemente no chão, processa sua transformação em Thor, o Deus do Trovão. Em ação sincronizada, o filme Thor já introduz um dos elementos centrais da trama do Capitão América - a presença da misteriosa agência S.H.I.E.L.D., uma espécie de C.I.A. do universo Marvel. Há até um momento, no filme, em que o Agente Coulson (Clark Gregg) é inquirido por um colega sobre se o autômato gigante não é das Indústrias Stark (conglomerado do Homem de Ferro). Os agentes da S.H.I.E.L.D. (iguais aos de Man in Black) parecem estar ali unicamente para dirigir os automóveis que patrocinam o filme, da Acura.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.