Allen, Eastwood e Coppola

O Caminho Para el Dorado

UBIRATAN BRASIL, O Estado de S.Paulo

18 de maio de 2012 | 03h08

16H10 NA GLOBO

(The Road To El Dorado). EUA, 2000. Direção de Bibo Bergeron e Will Finn.

Dois rapazes ganham um mapa que os leva à cidade perdida de El Dorado, também conhecida como a Cidade do Ouro. Com a ajuda do cavalo Altivo, ambos fogem do navio do explorador espanhol Cortez e partem rumo à cidade perdida. Ainda que a técnica pareça antiga (afinal, a animação evoluiu muito nos últimos anos), o filme oferece uma gostosa explosão de cores embalada pela música de Elton John na versão original - na dublada, quem canta é Maurício Manieri. Uma divertida animação, garante o passatempo da tarde. Reprise, colorido, 89 min.

O Cárcere e a Rua

22 H NA TV BRASIL

Brasil, 2004. Direção de Liliana

Sulzbach, com Cláudia Maria Rullian, Daniela Caldeira Cabral, Betânia

Fontoura da Silva.

Documentário sobre três mulheres presas em uma penitenciária em Porto Alegre, Rio Grande do Sul. O filme acompanha a rotina de Cláudia, Daniela e Betânia, que possuem diferentes histórias de vida. Vencedor de diversos prêmios, o filme oferece uma visão honesta de uma dura realidade. Premiado com o Kikito de Ouro de melhor documentário no Festival de Gramado 2004. Reprise, colorido, 80 min.

Harry Potter e o Enigma

do Príncipe

22H45 NO SBT

(Harry Potter and the Half Blood

Prince). EUA, 2009. Direção de David Yates, com Daniel RadCliffe, Rupert Grint, Emma Watson, Helena

Bonham-Carter.

Lorde Voldemort, cada vez mais forte, ameaça o mundo dos trouxas e dos bruxos. Enquanto prepara Harry para o confronto final com o lorde das trevas, Alvo Dumbledore contrata seu antigo amigo, o professor Horácio Slughorn, para ser o novo professor de poções, pois acredita que ele tenha informações cruciais para ajudá-lo. Mais um episódio da saga do famoso bruxinho, cujas aventuras resistiram bem no cinema - a sequência terminaria depois com duas partes de As Relíquias da Morte que, como as anteriores, fizeram grande (e merecido) sucesso. Resta, porém, uma pergunta: até quando Harry Potter continuará atraindo público? Inédito, colorido, 153 min.

Touro Moreno

0 H NA CULTURA

Brasil, 2006. Direção de Juliano

Enrico.

Documentário sobre a vida do lendário Touro Moreno, lutador veterano e boêmio, personagem marcante na vida capixaba, notabilizado tanto como esportista quanto na crônica de costumes da capital do Espírito Santo entre as décadas de 1960 e 1980. Dono de uma invejável tenacidade aos 68 anos, Touro continua na ativa, lutando para se manter em forma e aceitar novos desafios, mesmo contra lutadores até 30 anos mais jovens. Reprise, colorido, 52 min.

TV PAGA

Dirigindo no Escuro

15H30 NO TELECINE CULT

(Hollywood Ending). EUA, 2002.

Dirigida e interpretada por Woody

Allen, com Téa Leoni, George

Hamilton, Debra Messing, Mark Rydell, Treat Williams.

Woody Allen vive um cineasta decadente que, mesmo atacado por uma misteriosa cegueira, decide rodar um novo longa. O resultado deixa os produtores na dúvida quanto à possibilidade de sucesso, mas a desastrosa carreira do filme é definitivamente esclarecida quando é exibido, antes da estreia, para uma pateia selecionada, que o detesta. Como de hábito, Woody Allen utiliza as neuroses urbanas como matéria-prima de suas comédias muitas vezes brilhantes. Reprise, colorido, 112 min.

Um Mundo Perfeito

22 H NO TCM

(A Perfect World). EUA, 1993.

Direção e interpretação de Clint

Eastwood, com Kevin Costner.

Nos anos 1960, um fugitivo usa a sua inteligência e carisma para escapar do cerco da polícia, condenado por um experiente policial. Um garoto torna-se refém do fugitivo e, durante a fuga, os dois desenvolvem uma estranha relação de amizade, entre duas pessoas que se sentem solitárias e incompreendidas. Um dos filmes mais tocantes de Clint Eastwood, em que a incomunicabilidade é tratada com delicadeza. Também ofe-receu um dos melhores papéis de Kevin Costner, cuja carrei-

ra logo entraria em declínio. Reprise, colorido, 138 min.

Apocalipse Now

0H35 NO TCM

(Apocalypse Now). EUA, 1979. Direção de Francis Ford Coppola, com Marlon Brando, Martin Sheen, Robert Duvall,

Frederic Forrest, Sam Bottoms,

Laurence Fishburne, Albert Hall,

Harrison Ford, Dennis Hopper.

Baseado em O Coração das Trevas, romance clássico de Joseph Conrad, o filme conta a viagem de Willard pelo rio em busca do ensandecido Kurtz. Na verdade, Coppola expõe a degradação moral que levou os EUA à derrota na Guerra do Vietnã. Vencedor da Palma de Ouro no Festival de Cannes de 1979, empatado com O Tambor, do alemão Volker Schlondorff, o filme ganhou nova versão, Redux, em 2002, em que o diretor acrescentou cenas que ficaram fora da versão original. Com isso, o espectador foi brindado com uma nova cena final, mostrando a destruição do acampamento de Kurtz. Mesmo assim, o longa continua com uma força imbatível. Reprise, colorido, 150 min.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.