Aliens, como aperitivo de Prometheus

Leila Khaled, Sequestradora

LUIZ CARLOS MERTEN, O Estado de S.Paulo

09 de junho de 2012 | 03h10

17H30 NA CULTURA

(Leila Kahled, Hijacker). Suécia, 2005. Direção de Lina Makboul.

Primeira mulher a sequestrar em avião - em 1969 -, Leila Khaled virou ícone do feminismo e da luta dos palestinos. O documentário traça a trajetória da garota que cresceu na Suécia, discutindo desde questões político-religiosas até a legitimidade de suas ações terroristas. Reprise, colorido, 58 min.

Riquinho

21H15 NO SBT

(Richie Rich). EUA, 1994. Direção de Donald Petrie, com Macaulay Culkin, John Larroquette, Edward Herrmann.

O melhor papel de Macaulay Culkin fora da série Esqueceram de Mim. Ele faz o garoto mais rico do mundo, vítima de uma conspiração para roubar sua fortuna. Ajudam-no o mordomo e amiguinhos que, comparados a ele, são pobres. Reprise, colorido, 95 min.

A Mudança

22H15 NA CULTURA

Brasil, 2010. Direção de David Kullock, com Luiz Guilherme, Miriam Mehler, Jin Yong Kim.

A série de telefilmes da Cultura propõe, em termos de comédia, a história de duas famílias - uma de judeus, outra de coreanos - no Bom Retiro. Diferenças culturais irrompem durante uma festa, mas nada que, após muita confusão, evite o entendimento. Atriz de teatro, TV e cinema, Miriam Mehler é o destaque do elenco. Reprise, colorido, 52 min.

Doces Poderes

22H30 NA TV BRASIL

Brasil, 1997. Direção de Lúcia Murat, com Marisa Orth, Antônio Fagundes, José de Abreu, Otávio Augusto, Tuca Andrada, Sérgio Mamberti.

Marisa Orth assume a sucursal de uma grande emissora de TV em Brasília, em pleno ano eleitoral. Seu antecessor desligou-se do cargo para fazer a campanha de um candidato e ela se vê no centro de disputas políticas - além de um envolvimento afetivo complicado. Você pode não gostar de certos filmes de Lúcia Murat. É legítimo, mas não colocar em xeque a seriedade da diretora. Sua adesão a este filme vai depender da aceitação de Marisa como protagonista, com seu estilo 'Magda' de ser, ou representar. Reprise, colorido, 94 min.

Queima de Arquivo

22H45 NO SBT

(Eraser). EUA, 1996. Direção de Chuck Russell, com Arnold Schwarzenegger, James Caan, Vanessa Williams,

James Coburn, James Cromwell.

Arnold Schwarzenegger faz agente do serviço de proteção a testemunhas que fica com a cabeça a prêmio ao ser designado para proteger Vanessa Williams. Ela sabe demais - e, de repente, a própria chefia de Schwarzenegger pode estar envolvida. O diretor Chuck Russell, de O Máskara, fez um thriller violento e divertido, com personagens que parecem de cartoons. Não é para todos os gostos, mas é bom. Reprise, colorido, 115 min.

Janela Indiscreta

23H15 NA CULTURA

(The Return of the War Room). EUA, 2008. Direção de Alfred Hitchcock, com James Stewart, Grace Kelly,

Thelma Ritter, Raymond Burr.

No horário em que resgata clássicos - dublados -, a emissora apresenta este filme que é considerado um dos melhores do mestre do suspense. James Stewart faz fotógrafo que sofre acidente e fica imobilizado em casa. Sem ter o que fazer, ele bisbilhota com sua teleobjetiva a vida dos vizinhos - e sua janela vira metáfora do cinema, permitindo-lhe observar a vida como ela é. Lá pelas tantas, ele descobre que um crime foi cometido e envia a namorada para investigar. Grace Kelly fica com a vida por um fio. Um filme rico, denso e que influenciou, mais de uma década depois, o Michelangelo Antonioni de Blow-Up (Depois Daquele Beijo, no Brasil). Reprise, colorido, 110 min.

Casa da Mãe Joana

23H20 NA GLOBO

Brasil, 2008. Direção de Hugo Carvana, com José Wilker, Paulo Betti,

Antonio Pedro, Pedro Cardoso,

Malu Mader, Juliana Paes.

Quatro amigos que levam a vida na farra precisam encarar a necessidade de trabalhar, quando recebem intimação para despejo da casa em que moram. Os vagabundos do ator e diretor Carvana envelhecem sem perder a graça. A palavra de ordem continua sendo - vai trabalhar vagabundo! (e eles resistem). Um programa simpático. Reprise, colorido, 95 min.

TV Paga

Aliens, O Resgate

17H20 NO TELECINE CULT

(Aliens). EUA, 1986. Direção de

James Cameron, com Sigourney

Weaver, Carrie Henn, Michael Biehn, Lance Henriksen, Bill Paxton.

No segundo filme da série, Sigourney Weaver pega em ar-mas para defender garota não de um alienígena, mas de um monte deles. Grande ação e uma heroína que marcou época - espécie de versão feminina de Rambo. Bom aperitivo para Prometheus, de Ridley Scott, sobre as origens do monstro do espaço, que estreia sexta, 15. Reprise, colorido, 137 min.

Justiça Cega

22 H NO TCM

(Internal Affairs). EUA, 1990. Direção de Mike Figgis, com Richard Gere, Andy Garcia, Nancy Travis, Laurie

Metcalf, William Baldwin.

Andy Garcia faz corregedor que tenta enquadrar o tira corrupto Richard Gere. Sensacional duelo dos atores num relato impactante (e não raro cheio de brilho). Reprise, colorido, 117 min.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.