Alice Munro, Leonard Cohen e Ian McEwan concorrem ao Príncipe das Astúrias

O vencedor receberá 50 mil euros e uma escultura criada por Joan Miró

Efe,

31 de maio de 2011 | 18h30

OVIEDO (Espanha)- Os canadenses Leonard Cohen e Alice Munro e o inglês Ian McEwan são os três finalistas do Prêmio Príncipe das Astúrias das Letras 2011, que será entregue nesta quarta-feira em Oviedo, no norte da Espanha.

Alice Munro nasceu em Wingham em 1931 e é autora de relatos baseados nas relações humanas e na vida cotidiana, compilados em livros como Fugitiva e Muita Felicidade.

Leonard Cohen, que também foi candidato neste ano ao Prêmio Príncipe de Astúrias das Artes por seu trabalho como músico, é um poeta e escritor nascido em Montreal em 1934, com obras como Flores para Hitler e O Jogo Favorito.

Já Ian McEwan nasceu em 1948 no condado de Hampshire, no sul da Inglaterra, e é autor, entre outros romances, de Expiação, O Inocente e Solar, alguns deles adaptados para o cinema.

O prêmio, que reconhece aqueles cujo trabalho represente uma contribuição relevante à cultura universal nos campos da literatura ou da lingüística, já foi entregue à brasileira Nélida Piñon, além de Amin Maalouf, Mario Vargas Llosa, Arthur Miller, e Paul Auster, entre outros.

A cerimônia de premiação acontecerá no Teatro Campoamor de Oviedo e será conduzida por Dom Felipe de Bourbon. O vencedor receberá 50 mil euros e uma escultura criada por Joan Miró. EFE

Tudo o que sabemos sobre:
prêmioliteratura

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.