Alemão lança livro com as últimas frases ditas por famosos

Hans Halter, colaborador da revista alemã Der Spiegel, reuniu mais de 150 frases famosas pronunciadas no leito de morte em um livro editado pela editora Bloomsbury. Para Halter, muitas vezes as últimas palavras ditas numa hora dessas sintetizam todo o modo de ver de uma pessoa. Johann Wolfgang von Goethe antes de morrer pediu "mais luz", para que abrissem as janelas do seu quarto, Heinrich Heine diz uma única frase irônica, Marilyn Monroe exprime o cansaço da vida, Otto Lilienthal transmite o seu entusiasmo pela embriaguez do vôo. Ainda assim, observa o autor, nove entre dez pessoas morrem no hospital, muitas vezes atropeladas, sem pronunciar sua última palavra. O próprio Hans Halter confessa ainda não saber o que dirá no seu leito de morte. "As coisas simples e espontâneas são as que mais me atraem. Eu prefiro morrer sem pronunciar as últimas palavras, por exemplo, durante o sono, ou em uma moto com os cabelos ao vento".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.