Alemanha subsidia filme de Cruise sobre complô contra Hitler

Fundo de cinema alemão anuncia ajuda a filme que já gerou polêmica no país

Agencia Estado

07 de julho de 2006 | 16h52

Um fundo de cinema alemão anunciou nesta quinta-feira, 5, que vai dar subsídios no valor de US$ 6,5 milhões a um filme novo e polêmico em que Tom Cruise representa um herói alemão executado por ter tentado assassinar Hitler.Apesar de uma confusão em torno das tentativas frustradas dos criadores do filme de usar um memorial em que os nazistas fuzilaram o coronel Claus von Stauffenberg, o Fundo Federal de Cinema Alemão (DFFF), administrado pelo Conselho Federal de Cinema (FFA), aprovou o subsídio."Sim, foi aprovado", disse Christine Berg, diretora de projetos do DFFF no Conselho Federal de Cinema. "O pedido foi registrado, os critérios para a concessão do subsídio foram satisfeitos, e o projeto foi aprovado."Os subsídios são disponíveis para qualquer filme, desde que este conte com um produtor residente na Alemanha e que determinada porcentagem dos custos seja incorrida na Alemanha.O subsídio, tirado de um novo orçamento anual de US$ 156 milhões para subsídios criado este ano, supera o custo total da maioria dos filmes alemães.Um dos funcionários envolvidos disse que a concessão do subsídio deve dissipar o receio de que a Alemanha se oponha fundamentalmente à idéia de Tom Cruise representar Stauffenberg, pelo fato de o ator ser adepto da Cientologia.Proibição O governo vê a Cientologia como seita que se faz passar por religião para ganhar dinheiro - visão rejeitada pelos líderes cientologistas.O ministro da Defesa alemão, Franz Josef Jung, disse que os cineastas não poderão filmar em locais militares se Cruise representar o papel principal, e o filho mais velho de Stauffenberg declarou que não quer que Tom Cruise faça o papel de seu pai.Mas o Ministério das Finanças, que controla os imóveis do Estado, disse que filmagens costumam ser proibidas no Bendlerblock local onde os conspiradores foram executados, e hoje um memorial nacional situado dentro do complexo do Ministério da Defesa -- devido a uma experiência negativa sofrida com um cineasta alemão no passado.Valkyrie, cujo nome vem do codinome da conspiração para matar Hitler, deve começar a ser rodado em locações em Berlim em 18 de julho. O filme tem direção de Bryan Singer e está previsto para chegar aos cinemas em 2008.Stauffenberg e seus co-conspiradores foram fuzilados depois de fracassar em seu intento de matar Hitler com uma bomba escondida numa valise, em 20 de julho de 1944.

Tudo o que sabemos sobre:
Cruisepolêmica

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.