Além da imaginação

Mercúrio ingressa em Câncer e quadra Urano e Júpiter, Sol em oposição a Plutão; a Lua quase Cheia em Sagitário.

Astral, O Estado de S.Paulo

25 de junho de 2010 | 00h00

Na ação conjunta de nossa humanidade reside o segredo do mundo maior com que as almas bem-aventuradas sonham. Sob a tensão das trevas egoístas amplamente disseminadas no mundo atual se elabora esse mundo maior e, por isso, temos até de agradecer ao mal em vez de odiá-lo, pois, sem as adversidades provocadas pelos trevosos não teríamos despertado. Sim, essa ação conjunta inclui os trevosos, o coração não prefere nem rejeita, tudo está no Plano Maior. Aquilo que odiamos é o que nos enlameia, nosso próprio ódio nos afunda, mas ao mesmo tempo é reaproveitado para que pela tensão exercida outros despertem. Isto não é um elogio ao ódio, porque alto é o preço deste erro, mas a constatação de nossa pouca compreensão da fisiologia cósmica.

ÁRIES 21-3 a 20-4

A tensão é constante, parece que nunca vai acabar. Perante isso, a ilusão de um remanso e água límpida onde descansar se impõe. Porém, pense bem: sem tensão constante você não criaria absolutamente nada.

TOURO 21-4 a 20-5

Tudo continuará oscilando porque neste momento ainda seria prematuro definir o rumo que as coisas tomam. De fato, esse rumo se encontra em gestação, não poderia ser dado a conhecer nem ninguém dizer que o conhece.

GÊMEOS 21-5 a 20-6

Você chegou às condições desejadas, mas agora não são mais tão satisfatórias quanto pareciam quando eram inexistentes. Em vez de maior liberdade, essas condições produziram mais responsabilidades e apertos.

CÂNCER 21-6 a 21-7

Coloque sua força pessoal em movimento, atualize o ardor de sua vocação e se você não tem certeza de qual seria essa, pelo menos tome decisões apoiadas nos interesses mais queridos que você deva defender.

LEÃO 22-7 a 22-8

A contenção atual há de servir para você refletir com mais profundidade sobre os desejos que em outro momento satisfaria imediatamente. A contenção permite que você evite enfiar os pés pelas mãos.

VIRGEM 23-8 a 22-9

Reúna novamente as pessoas que foram ficando distantes nos últimos meses. Talvez sua alma tenha se excedido na ideia de poder prescindir de vários relacionamentos. Sem bons relacionamentos não se chega a lugar nenhum.

LIBRA 23-9 a 22-10

Chegará logo o momento em que você não poderá mais depender do que essa ou aquela pessoa decidir para continuar em frente. Chegará a hora em que você tomará a realidade por assalto e decidirá com seus próprios meios.

ESCORPIÃO 23-10 a 21-11

Sua independência não reside no aumento dos recursos materiais, porque, se isso fosse assim, todos os ricos seriam livres e felizes. Busque sua independência no ardor que os ideais provocam em seu coração.

SAGITÁRIO 22-11 a 21-12

Apesar das tentações, faça agora apenas o que for estritamente necessário. Arriscar-se pelo mero prazer de se deixar levar pelo espírito de aventura não tra-ria agora outro resultado do que o desgaste.

CAPRICÓRNIO 22-12 a 20-1

Você tem os seus próprios planos e desejos, mas as circunstâncias, feitas pessoas, não são receptivas ao seu avanço. Por isso, pense melhor, pense se não seria sensato aguardar por um momento melhor.

AQUÁRIO 21-1 a 19-2

Na mesma medida em que você se esforçar para manter um ritmo cotidiano saudável e benéfico, você verá seus grandes projetos prosperarem também. Nada há de paradoxal nessa afirmação, experimente e verá.

PEIXES 20-2 a 20-3

Seu progresso não depende mais da reedição dos movimentos que deram certo outrora. Você precisa começar a apostar na mais absoluta inovação possível, ainda que ao fazê-lo sua alma seja tachada de extravagante.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.