Alejandro Sanz:garantia a Chávez

MÚSICA

AP, O Estado de S.Paulo

08 de setembro de 2010 | 00h00

"Presidente Hugo Chávez, quero ir cantar em seu país. O senhor me permite? Me dá sua palavra de que não acontecerá nada de mau nem comigo nem com o meu público?" O pedido é do cantor espanhol Alejandro Sanz, que usou ontem seu Twitter para solicitar garantias ao presidente venezuelano antes de decidir levar seus shows para lá. A cautela de Sanz é em virtude de um concerto de 2007, suspenso pelo governo de Caracas, que o declarou "persona no grata". Sanz afirmou em uma entrevista não gostar nada de Hugo Chávez. "Eu o odeio. É um ditador que elimina tudo aquilo que não gosta", respondeu, sobre suas impressões de Chávez.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.