Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Alckmin quer criar centros de cultura comunitários

Três mil crianças e jovens residentes em áreas carentes de São Paulo vão participar de atividades artísticas e culturais nas Fábricas de Cultura, que foram prometidas pelo governo do Estado. Ontem, o governador Geraldo Alckmin assinou acordo de cooperação com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) para ações preparatórias do Programa de Cultura e Cidadania para Inclusão Social, no valor de US$ 450 mil. "Novo contrato será assinado em março, assim que o Senado autorizar o financiamento total de US$ 30 milhões", disse o governador. "Serão R$ 90 milhões, destinados à criação de nove centros nos distritos com alto índice de vulnerabilidade juvenil." São vários bairros na periferia. "Esses locais não foram escolhidos com base no clientelismo, mas por causa do alto risco de os jovens serem atraídos pelo narcotráfico", disse a secretária da Cultura, Claudia Costin. As fábricas terão atividades artísticas e culturais produzidas em parceria com 153 associações de bairros. "Para que a integração seja a maior possível, os centros vão funcionar na sede das associações, que serão reformadas ou reconstruídas", disse a secretária.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.