Álbum reúne sucessos de Sting em versão sinfônica

Com produção de Sting e Rob Mathes - que já trabalhou com artistas como Lou Reed, Sade e Beck -, o disco "Symphonicities" (Universal Music, R$ 26) coloca o universo pop do músico britânico a serviço da Royal Philharmonic Concert Orchestra. Com seu acompanhamento e aval, sucessos da carreira, como "Next To You", "Every Little Thing She Does Is Magic", "She''s Too Good For Me" e "Roxanne", ganharam versões para orquestra.

AE, Agência Estado

31 de agosto de 2010 | 09h46

Em todos os temas, Sting assume também os vocais. Em "You Will Be My Ain True Love", ele os compartilha com a cantora Jo Lawry, presente como backing vocal nas demais canções. Sem grandes pretensões de ser revolucionário ou inovador, "Symphonicities" (uma alusão ao álbum "Synchronicity", de 1983, o 5º e último de estúdio do The Police) pode soar como uma trilha sonora, justamente por causa dos arranjos feitos para a execução de uma orquestra.

Este projeto é resultado de uma bem-sucedida turnê do músico pela América do Norte, ao lado da Royal Philharmonic Concert Orchestra. Segundo Sting, o público pediu um disco fruto dessa experiência e ele não faz mais do que atender. O tour segue para a Europa, sem previsão para chegar à América Latina. As informações são do Jornal da Tarde.

Tudo o que sabemos sobre:
músicaStingorquestra

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.