Alberto Korda morre em Paris

Alberto Korda, o fotógrafo cujas imagens contribuíram para fazer da imagem do guerrilheiro cubano Ernesto "Che" Guevara um ícone, morreu nesta sexta-feira, em Paris, de um ataque cardíaco, disseram alguns de seus familiares. Korda tinha 72 anos.Korda, cujo nome real era Alberto Díaz Gutiérrez, trabalhou no jornal Revolução imediatamente após a chegada de Fidel Castro ao poder, em 1959. Ele tirou o célebre retrato de Che Guevara em Havana, em 1960. A foto mostra o líder rebelde com o olhar distante, de cabelos longos e boina de lado.Logo após a morte de Che Guevara na Bolívia, em 1967, sua foto foi usada em cartazes e camisetas em todo o mundo, convertendo-se em uma das imagens mais conhecidas no planeta.O ano passado, Korda ganhou na justiça um pedido de propriedade intelectual contra uma empresa de vodka que usou a imagem do Che em uma campanha publicitária.Korda disse que jamais ganhou dinheiro com esta foto de Che Guevara, apesar de a mesma e de outras do início da etapa revolucionária cubana, o tenham tornado famoso. Korda estava em Paris assistindo a uma exposição de sua obra.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.