Al Pacino e Sarah Jessica Parker ganham o Emmy

A Família Soprano tornou-se o primeiro programa exibo por TV a cabo nos Estados Unidos a vencer um Emmy de melhor série dramática, enquanto a minissérie da HBO, Angels in America, bateu um recorde, levando 11 troféus, e a zebra da 56.ª edição do Emmy, a série da FOX Arrested Developed levou o prêmio de melhor série de comédia. Angels in America, a adaptação para TV da peça de Tony Kushner, premiada com Pulitzer, sobre a crise da aids nos anos 1980, ganhou sete prêmios na cerimônia de domingo (totalizando 11 Emmys com os quatro ganhos no dia 12, na edição do Emmy de criação), inclusive o de melhor minissérie e atuação para Al Pacino, Meryl Streep, Mary-Louise Parker e Jeffrey Wright. Kushner recebeu o prêmio de melhor escritor e Mike Nichols o de melhor diretor. "Como vocês sabem, a luta contra a aids não acabou e devemos fazer o que pudermos pela África", disse Nichols.A minissérie, recentemente exibida no Brasil pela HBO, provou ser uma quebradora de recordes. Com seus 11 Emmys, bateu os nove prêmios de Roots, em 1977, e se equiparou a Eleanor and Franklin, que também levou 11 Emmys, em 1976, sendo o único programa de TV a ganhar tantos prêmios em uma única temporada. A Família Soprano finalmente levou o Emmy de melhor série dramática, em sua Quinta tentativa. Michael Imperioli e Drea de Matteo, que interpretaram um casal da máfia cujo relacionamento não tem um final feliz, levaram is prêmios de melhor ator e atriz coadjuvantes em série dramática. "Há tantas pessoas que são responsáveis por isso, que se eu tentar agradecer posso ter u ataque", disse Drea, cujo personagem foi cortado da série na última temporada. A atriz está agora no elenco da série Joey, protagonizada pelo personagem de Friends, que também acabou este ano. Allison Janney, da série da NBC West Wing (exibida no Brasil pelo canal Warner), e James Spader, da série da ABC, The Practice, venceram nas categorias de ator e atriz de série dramática. "Vocês todos fizeram escolhas maravilhosas de sapatos e vestidos esta noite e estão muito bonitos", disse Spader em uma fala espirituosa.A série da Fox Arrested Development foi a surpresa da noite, ganhando como melhor série de comédia em sua primeira temporada, que foi muito bem avaliada pela crítica, mas teve baixa audiência. The Daily Show with Jon Stewart ganhou o prêmio de melhor show de variedades pelo segundo ano seguido. A equipe redatora também levou um Emmy. Os quatro maiores prêmios de atuação em comédia foram para séries que já estão fora do ar. Kelsey Grammer ganhou seu quarto Emmy de melhor ator em comédia por Frasier e Sarah Jessica Parker o de melhor atriz por Sex and the City. "Eu tive a experiência mais extraordinária da minha vida na televisão", disse Grammer. "Frasier foi um presente em minha vida", completou. O ator também fez uma homenagem ao ator John Ritter, falecido no ano passado, e que atuava na série Eight Simple Rules.David Hyde Pierce foi premiado como melhor ator coadjuvante por Frasier. "Sempre dizem como é ótimo participar de um programa por muito tempo, mas nunca dizem como é difícil dizer adeus", disse o ator. A atriz Cynthia Nixon, de Sex and the City, venceu o prêmio de melhor atriz coadjuvante, batendo duas de suas ex-colegas, Kim Cattrall e Kristin Davis. Frasier terminou este ano, após 11 temporadas, enquanto Sex and the City acabou após seis anos no ar. Os atros de Friends, que também teve sua última temporada este ano, Jennifer Aniston e Matt LeBlanc, foram indicados nas categorias de atuação, mas não ganharam.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.